Tudo o que você precisa saber sobre Midtown em Overwatch 2

A versão da sequência da Big Apple traz muito trem e uma quantidade decente de dor.

Imagem via Blizzard Entertainment

Não contentes em deixar cidades europeias como Londres e Paris se divertirem, os desenvolvedores de Overwatch 2 deram vida a uma das cidades mais icônicas da América do Norte na sequência do jogo. 

Midtown, anteriormente conhecida como Nova York durante o desenvolvimento, é uma versão menor de Manhattan que adapta fielmente a beleza e o caos da cidade. Um dos mapas mais detalhados do jogo, Midtown está cheio de referências à Big Apple e ao espírito das grandes cidades do país.

O mais novo mapa híbrido do jogo parece enorme em comparação com clássicos como Eichenwalde, mas a verdadeira mudança está em quanto espaço vertical os jogadores terão que manobrar e observar de perto. Aqui está tudo o que você precisa saber para enfrentar a loucura de Midtown. 

Ponto A 

Os atacantes começam sua perseguição em um bar levemente futurista. Os jogadores correrão por uma rua cheia de lojas e placas com notas de desenvolvedores genuinamente hilárias, por favor, confira as listagens de filmes, e seguirão para o Ponto A, que fica do lado de fora de um depósito de bombeiros. 

Captura de tela via Overwatch 2

Antes que eles possam começar a acumular pontos, ambos os lados terão que enfrentar o verdadeiro inimigo de Midtown: o trem. Esta área de nível superior, do tamanho de um corredor, é um ponto-chave para defensores e atacantes causarem algum caos. É um ótimo ponto de vista para ambos os lados causarem danos vindos de cima. 

Se os jogadores limparem a parada do trem, eles encontrarão o caminho para o Ponto A, que é um ponto de captura no estilo King’s Row com uma janela de atirador no canto superior esquerdo para os defensores. Existem várias praças e enseadas ao redor do Ponto A para os heróis se esgueirarem para ataques surpresa ou respirarem da ação.

Captura de tela via Overwatch 2

Caminho da carga 

Depois de capturar a carga, os atacantes escoltarão o menor caminhão de bombeiros do mundo pelas ruas de Midtown. Os defensores têm uma grande chance de se salvar de um começo ruim, impedindo que os atacantes entrem em ambos os lados do próximo obstáculo do mapa, a parte inferior de uma grande ponte verde. 

Como muitos mapas híbridos e de escolta em Overwatch, Midtown então entra em uma fase de “ruas”. Tanto os atacantes quanto os defensores podem tirar proveito de pontes, escadas e níveis elevados, como pilhas aleatórias de concreto que parecem extremamente precisas para uma parte movimentada da cidade, para causar dano nos inimigos. Os atacantes terão que passar a carga por um enorme arco a caminho do segundo ponto do mapa, dando aos defensores outra grande chance de parar um ataque incisivo.

Os atacantes então escoltam o caminhão até uma pequena colina e fazem uma curva acentuada à direita no ponto alto de Midtown, a versão de Overwatch 2 da estação Grand Central. O checkpoint A é a entrada para a estrutura histórica, completa com detalhes em bronze e arquitetura tradicional. 

Captura de tela via Overwatch 2

A Grand Central Station abriga o restante do mapa, que é uma experiência legal, não importa como você se sinta em Nova York. Tetos altos e tijolos cinza marcam cada parte do caminho, desde a ampla área do “lobby” até os corredores sinuosos no final do mapa. O último ponto de Midtown leva os jogadores a uma plataforma, a Entrada 7, que tem um trem esperando pronto para levar alguém para um novo destino. 

Estratégias e escolhas de heróis  

Para o ponto de captura inicial de Midtown, grande parte do foco pode involuntariamente repousar no desastre absoluto que é a área do trem. Em ambos os lados, heróis explosivos ou de combate corpo a corpo como Junkrat, Brigitte e Doomfists talentosos causarão sérios danos naquele lugar estreito. Não entre no trem se não estiver confiante de que pode vencer um contra um ou três contra três com seu time. Caso contrário, o ponto de captura inicial parece ser favorecido pelo invasor. 

Captura de tela via Overwatch 2

A hora da defesa vem logo depois, porém, com muitas chances de parar um ataque rápido. Os defensores devem usar pelo menos um herói de longo alcance na fase de ruas para aproveitar o terreno alto. Sojourn ou um Bastion recém-reformado poderia dar um bom golpe se colocado em uma posição favorável, assim como uma Ana com granadas anti-cura na hora certa. 

A Grand Central Station parece que pode ser um caos absoluto para todos os envolvidos. Embora não tenha os inúmeros níveis verticais que o resto do mapa oferece, compensa com corredores e esconderijos que recompensam muito os flancos (inteligentes). Tracers, Reapers e jogadores de Cassidy poderiam tirar vantagem desses esconderijos, mas quase todos os heróis poderiam fazer algo no extremo selvagem do mapa. 

Artigo publicado originalmente em inglês por Liz Richardson no Dot Esports no dia 21 de abril.