Popularidade de Ahri dispara após reformulação da personagem em League of Legends

A Raposa de Nove Caudas conseguiu encontrar seu lugar no meta da temporada 12.

Imagem via Riot Games

A icônica maga Ahri, de League of Legends, se superou na Temporada 12 do jogo, após uma atualização ambiciosa que transformou a personagem de uma pseudo-assassina em uma maga de sustento com alta mobilidade.

A Riot Games fez mudanças consideráveis a Ahri na atualização 12.3 do LoL, com foco em mudanças que favorecessem sua “identidade única como maga assassina de alta mobilidade”.

Duas semanas depois, a Raposa de Nove Caudas está brilhando. Ahri⁠ — que já era queridinha dos fãs de LoL — passou a ser escolhida em 15,28% das partidas desse ciclo de atualizações. Antes das mudanças feitas na atualização 12.3, a campeã mal chegava aos 5% de presença na rota do meio, a sua principal. De acordo com o site de estatísticas de LoL Lolalytics, ela agora também é banida em 16,84% das partidas.

Além do aumento de popularidade, Ahri também está conseguindo mais vitórias. A Raposa de Nove Caudas agora vence 53,56% das partidas após a reformulação, subindo quase 4%.

A nova força da campeã a tornou viável também na cena profissional. Desde que a atualização 12.3 foi ao ar, em 1º de fevereiro, ela foi escolhida 45 vezes pelos times da Europa, América do Norte, Coreia do Sul (segunda divisão) e de regiões menores como Japão e Oceania. O site Gol.gg, que compila estatísticas dos jogos profissionais, relata que, até agora, Ahri venceu 51,1% dessas partidas e foi banida em 33 outras.

Sua aparição de maior destaque neste ano foi na LEC, quando o meio da Rogue, Emil “Larssen” Larssen, jogou com ela na derrota para a Astralis.

A atualização de Ahri afetou todas as suas habilidades. Sua passiva, Furto de Essência, foi alterada e agora se concentra em “pedacinhos”, que agora são conectados à ultimate. O Q, W e E também receberam alterações, assim como os atributos base de vida e armadura.

“Jogadores que antes gostavam de jogar com Ahri já não gostam mais”, explicou o designer do LoL Bryan “Axes” Salvatore. “O objetivo era que voltasse a ser divertido jogar com ela.”

Relacionado: Dr. Mundo será atualizado mais uma vez, ficando ainda mais difícil de matar em estágios avançados do jogo

Imagem via Riot Games.

A Riot Games também está longe de terminar seus ajustes à maga. Ahri, que entrou para o elenco do LoL em dezembro de 2011, receberá alterações “nível Caitlyn” a suas animações, design visual e artes.

“Neste ano, nosso foco é Ahri, uma das campeãs mais antigas e mais populares do LoL“, disse Jonathan Belliss, gerente de produto em personalização e eventos na Riot. “Ela não tem animações de retorno, e as animações que ela tem parecem extremamente datadas, não só em sua skin base, mas até nas épicas que se baseiam nela. Podem esperar uma atualização nível Caitlyn para Ahri neste ano.”

Antes mesmo dessa atualização visual, a Riot já está feliz com as mudanças que fez à jogabilidade de Ahri e como foram recebidas: “Até agora”, explicou o desenvolvedor Riot RyaYonggi, “ela parece bem forte”.

Artigo publicado originalmente em inglês por Isaac McIntyre no Dot Esports no dia 17 de fevereiro.