Vale a pena comprar os Eternos de League of Legends?

O novo recurso da Riot está gerando uma controvérsia.

Imagem via Riot Games

Um novo recurso de League of Legends chegou à loja esta semana, permitindo que os fãs acompanhem suas estatísticas com os Eternos, e mais uma vez, a comunidade está dividida.

Os Eternos estrearam com a Atualização 10.5, permitindo que os jogadores se deparem com adversários com conquistas no jogo para coisas como chutes de bicicleta de Lee Sin ou flertes fatais com Ahri. Embora seja divertido ter um rastreador de estatísticas que registra suas jogadas, ter um preço em um recurso que muitos consideram gratuito deve estar causando confusão.

Isso levanta a questão: os Eternos de League valem a pena ser comprados?

Imagem via Riot Games

Primeiro, deve ficar bem claro que a Riot não está forçando ninguém a comprar os Eternos. Portanto, se você estiver pensando “Os eternos são inúteis e apenas mais um esquema de captação de recursos da Riot”, você pode simplesmente optar por não participar. E você pode optar por desativar o recurso e recusar a reconhecer a conquista de um colega.

Agora vamos discutir o que os eternos fornecem.

Agora, os jogadores que se dedicam a um campeão têm uma maneira de mostrar essa sua dedicação. Embora os jogadores tenham o emote de maestria do campeão, isso não necessariamente aborda suas habilidades no campeão. Junte alguns bons jogos ou partidas mais fáceis e você poderá atingir o nível sete de maestria em algumas semanas. E todos os pontos de domínio provam que você joga muito com o campeão.

Imagem via Riot Games

Agora, um jogador de Lee Sin pode mostrar aos inimigos quantas vítimas já levaram um insec antes deles. Os de Yasuo podem se gabar de todos os projéteis que bloquearam com sua Parede de Vento, enquanto os aficionados por Blitzcrank podem mostrar quantas almas que partiram foram pegas por seus ganchos.

Os eternos incentivam os jogadores a dominar verdadeiramente um campeão e se concentrar na mecânica fundamental. E as “séries iniciais” mais comuns dos Eternos, que podem ser compradas com Essência Azul, rastreiam coisas como “monstros épicos mortos” e “estruturas destruídas”. Os jogadores que desejam aumentar esses números estariam mais inclinados a rotacionar para conseguir objetivos como Barão ou dragão.

O ex- profissional de League IWillDominate até brincou na sua stream da Twitch hoje que a Riot acertou em cheio com os Eternos, pois eles podem tornar os jogadores melhores em focar objetivos.

Mas os dissidentes têm alguns pontos válidos. Um fã zeloso afirmou que os Eternos estão “muito caros e não valem a pena” em um post do Reddit ontem. O jogador explica que os Eternos são “outra maneira de tirar seu oponente do sério ou aumentar sua maestria com o campeão”. O que foi ainda mais desconcertante para os fãs é que a Riot planeja fazer várias séries de Eternos Únicos, que custam 600 RP (aproximadamente R$ 11,00) por campeão. Isso significa que os jogadores que desejam mostrar suas habilidades em novas estatísticas terão que comprar mais Eternos para seus campeões em futuras séries.

Imagem via Riot Games

Algumas pessoas também acham que um sistema de rastreamento de estatísticas baseado em conquistas deve ser gratuito. Os jogadores não devem pagar para a Riot reconhecer as grandes jogadas que fazem durante o jogo.

E alguns Eternos únicos são assombrosos, forçando-o a pagar 600 RP por uma conquista indesejada. Illaoi, por exemplo, tem um “Eternacles Summoned Tentacles” que tem pouco a ver com as conquistas dos jogadores e mais sobre aparecimentos aleatórios. Para tornar os Eternos mais interessantes, as estatísticas rastreadas teriam que ser mais complexas e difíceis de realizar.

Apesar das controversas opiniões sobre os Eternos, elas fornecem um sistema de domínio melhor do que o atualmente fornecido. E, embora os jogadores provavelmente devam se desviar da compra de vários Eternos, é uma ótima maneira de jogadores focados em um campeão para obter reconhecimento e uma sensação de realização pelas conquistas que alcançam.

Os desenvolvedores da Riot admitiram que este é o sua “primeira tentativa” e planejam incorporar o feedback dos jogadores nas futuras séries dos Eternos. Mas se a equipe de desenvolvimento puder descobrir uma maneira de apaziguar os interesses e as carteiras dos fãs, podem chegar a um ótimo resultado.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 05 de março.