Riot fala sobre cautela com os Eternos

O novo recurso de rastreamento de estatísticas certamente causou alvoroço.

Imagem via Riot Games

O diretor de jogos do League of Legends, Andrei “Meddler” van Roon, compartilhou alguns pensamentos iniciais sobre os Eternos na publicação de hoje do blog Dev.

O novo recurso de rastreamento de estatísticas certamente dividiu a comunidade, com muitos se perguntando se vale a pena comprar. Embora o rastreamento de estatísticas dos Eternos possa não ser incrivelmente interessante, Meddler explicou que é importante não comprometer a jogabilidade para conquistas.

“Queremos ter cuidado com o design dos Eternals para que eles não distorçam a jogabilidade”, disse Meddler. “Eternos em progresso devem estar muito correlacionados com ações que ajudam a vencer um jogo como resultado, em vez de incentivar um jogo menos otimizado … Isso leva a um design de Eterno um pouco menos interessante.”

Embora estatísticas como “matar campeões inimigos” ou “atingir objetivos épicos” não sejam super emocionantes, outros Eternos em potencial, como guardar habilidades de CG (Controle de Grupo) para abates ou escolher magias de invocador menos eficazes, “distorceriam a jogabilidade”. Meddler explica que a Riot prefere Eternos menos únicos, em vez de afetar adversamente o jogo.

E como nem todo mundo é fã dos Eternos e de suas notificações no jogo, Meddler diz que a Riot está trabalhando em “tornar mais fácil” optar por não participar do recurso.

Agora que os Eternos tiveram “um pouco de tempo para se estabelecer”, a Riot os reavaliará com base no feedback da comunidade.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 13 de março.