Riot está satisfeita com balanceamento de Yone e Lillia “até agora” em League of Legends

Mark "Scruffy" Yetter, designer de jogabilidade, comentou o desempenho dos últimos lançamentos.

Imagem via Riot Games

Mark “Scruffy” Yetter, designer de jogabilidade de League of Legends, comentou o estado atual dos últimos campeões lançados no /dev mais recente.

Parece que o balanceamento de Lillia e Yone está indo melhor que o de alguns lançamentos anteriores, como Sett e Aphelios. Eles ainda podem precisar de mais ajustes no futuro, mas parece que os dois estão em um estado saudável.

Lillia superou as expectativas da Riot em termos de balanceamento no lançamento, e a abordagem de “espere e verá” acabou compensando. Por ser uma campeã “complexa e habilidosa”, segundo Scruffy, vai levar mais tempo para que se acostumem com as habilidades dela. Pode ser que sejam necessários alguns fortalecimentos ou enfraquecimentos no futuro, mas a Riot acredita que ela esteja “no ponto certo” para o lançamento.

A Riot também diz estar satisfeita “até agora” com o efeito de Yone no meta do LoL.

“Só o tempo dirá se ele precisa de ajustes, mas temos visto o padrão saudável de jogo que queríamos (nem sempre é fácil projetar contrajogadas justas para a classe dos Assassinos)”, disse Scruffy.

Yone foi levemente enfraquecido na atualização 10.17, perdendo parte do dano base de Aço Mortal (Q) e a eficácia de 100% do roubo de vida da ultimate. E o Inesquecido não será usado no Mundial 2020 por medo de não estar completamente balanceado e acabar dominando o meta do competitivo.

A Riot já tinha se comprometido a “melhorar o balanceamento no lançamento” depois de os lançamentos mais recentes acabarem dominando o meta. Senna, Aphelios e Sett passaram a ser de escolha ou banimento obrigatórios logo que foram lançados, e precisaram de enfraquecimentos seguidos para chegar a um estado semibalanceado.

Para tentar acabar com esse padrão, o foco da Riot passou a ser em um “balanceamento a longo prazo”. Então os novos campeões podem ser lançados com porcentagens baixas de vitória que crescem aos poucos à medida que os jogadores se acostumam com eles, como é o caso de Lillia. A outra estratégia dos desenvolvedores da Riot é de fazer correções mais rápidas caso haja algum erro mais gritante no balanceamento, como aconteceu com Yone.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 21 de agosto.