Riot nos atualiza depois de enorme primeiro dia de beta fechado do VALORANT

Ontem, havia mais de 34 milhões de horas assistidas na Twitch.

Imagem via Riot Games

Um novo post de Joe Ziegler e Anna Donlon da Riot Games oferece muitas informações sobre o processo de pensamento dos desenvolvedores após o primeiro dia da versão beta do VALORANT, que quebrou recordes na Twitch.

A Riot não disse quantas pessoas estão jogando a versão beta no momento, mas sua popularidade é aparente nos números da Twitch. VALORANT quebrou o recorde de primeiro dia da Twitch com 34 milhões de horas assistidas. Mais de um milhão de pessoas assistiram nos dois dias, em um esforço para obter acesso ao beta.

“Seremos francos com vocês como sempre fomos: precisamos garantir que não sobrecarreguemos nossos servidores”, disse a Riot. “Se ontem foi uma indicação, precisamos garantir que cresçamos lentamente, conforme centenas de milhares, esperamos, de jogadores comecem a se juntar ao mesmo tempo. Ainda achamos que estamos prontos para lidar e resolver esses problemas, mas não vou mentir para vocês dizendo que não temos problemas a resolver.”

A versão beta em andamento registrou uma demanda tremenda, com pessoas criando até várias contas para tentar entrar na versão beta. Contas com acesso também estão sendo vendidas online. Mas a Riot disse que as contas compradas podem ser banidas.

“Queremos permitir uma experiência de jogo estável, competitiva e de alta fidelidade acima de tudo, mesmo que isso signifique limitar o número de pessoas que podemos apoiar agora”, disse a Riot. “Não podemos e não prejudicaremos a qualidade do jogo para atrair todos. Isso significa que continuaremos tendo cuidado com a quantidade de jogadores que permitimos entrar no beta fechado ao longo dos próximos dias e semanas, são muitos jogadores, mas honestamente, não tanto quanto a demanda atual que estamos vendo. Isso pode passar, somos um jogo novo, mas não vamos ignorar.”

VALORANT deve ser lançado no final do ano. O beta fechado ainda não tem data de término definida, portanto deve continuar sendo uma raridade disputada.

Artigo publicado originalmente em inglês por Scott Duwe no Dot Esports no dia 08 de abril.