As novas skins Reinos Vinculados de VALORANT justapõem o bem e o mal e inclui Vandal, Op, Ghost, Guardian e um corpo a corpo de dupla

Os cosméticos são semelhantes a Lúgubre e Soberania, mas com um toque diferente.
Imagem via Riot Games

Logo depois das skins Lúgubre recém-lançadas, a Riot está mais uma vez expandindo a história de armas de VALORANT com o pacote Reinos Vinculados que está por vir.

Recommended Videos

A nova linha de skin, que será lançada em 26 de maio, brinca com as temáticas familiares do bem contra o mal vistas nos cosméticos Lúgubre e Soberania já existentes. Reinos Vinculados usa o mesmo método visto em Paraíso Invernal, fazendo a transição entre duas cenas diferentes sempre que você passa da luz do sol para a sombra em um mapa. E o pacote incluirá uma arma corpo a corpo dupla pela primeira vez, junto com o Vandal, Operator, Guardian e Ghost.

Imagem via Riot Games

“Queríamos retratar dois mundos idênticos: um divino e um corrupto, inspirando-nos em IPs (Propriedade Intelectual) como Diablo ou Darksiders, e até Destiny, na forma como brincam com Luz e Escuridão”, disse o líder de arte de conteúdo premium, Sean Marino. “Um prospera em um universo onde o mundo é brilhante e as pessoas são justas e, no outro, o mundo é escuro e as pessoas se tornaram corruptas.”

A Riot inicialmente queria brincar com essa justaposição trabalhando os temas de Soberania e Lúgubre em uma única skin, mas isso provou ser um “pesadelo técnico”, de acordo com Marino. Então, em vez disso, os desenvolvedores voltaram-se para os cosméticos do tipo “tela verde” que ainda homenageiam os modelos de armas Soberania e Lúgubre, mas oferecem uma reviravolta interessante com texturas móveis e um novo tipo de arma corpo a corpo.

Imagem via Riot Games

As skins chegam no nível Premium e provavelmente custarão 7.100 VP pelo conjunto ou 1.775 VP por peça. Conseguir o corpo a corpo Prosperity and Demise por conta própria provavelmente custará 3.550 VP, a menos que a Riot aumente o preço, já que você receberá duas armas diferentes. O nível um do corpo a corpo é a Espada com texturas de movimento personalizadas, mas os jogadores podem atualizá-la com Radianita para adicionar a Adaga também.

“Esperamos que os jogadores realmente gostem deste tipo de skin, porque nos dá oportunidades de expandir a história que criamos para nossas diferentes fantasias temáticas”, disse Marino. “Nós apenas começamos a mostrar toda a sabedoria e fantasia de uma skin através das cartas do jogador, e skins como essas nos permitem mergulhar mais fundo.”

A Riot também discutiu as novas skins Minima hoje em uma entrevista exclusiva com o YouTuber aSmoogl, um pacote minimalista que inclui Phantom, Spectre, Operator, Ares e Sheriff. “Menos é mais” é o tema desta linha de skin, com os cosméticos oferecendo opções de design sutis, mas deliberadas. O Phantom não tem mira no modelo, por exemplo, mas projeta quando você entra no modo de mira. E o Operator tem uma mira quadrada, a primeira vez que a Riot fez isso para a arma.

“Foi definitivamente um desafio difícil porque tivemos que descobrir os limites do muito e do pouco”, disse a Riot. “Tentar encontrar aquele bom equilíbrio entre design demais e manter o que é suficiente aqui.”

Minima chega na faixa de preço da Edição Deluxe, que será de 1.275 VP por peça ou 4.270 pelo pacote. Não inclui um corpo a corpo ou qualquer carta de jogador, então você só vai pagar pelas cinco skins.


Certifique-se de nos seguir no  YouTube  para mais notícias e análises sobre esportes.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 11 de maio.

related content
Read Article Quando começa o sistema de franquia de VALORANT?
Read Article Riot deve implementar sistema de franquia para VALORANT em 2023
Read Article Notas completas da atualização 4.08 de VALORANT
Related Content
Read Article Quando começa o sistema de franquia de VALORANT?
Read Article Riot deve implementar sistema de franquia para VALORANT em 2023
Read Article Notas completas da atualização 4.08 de VALORANT
Author
Raul Rocha
Freelance writer for Dot Esports. Playing video games since childhood, Raul Rocha has over twenty years experience as a gamer and four years translating and writing gaming news.