Pokémon Legends: Arceus é um lançamento que renova a franquia Pokémon

Pokémon Legends: Arceus acaba com o tédio dos jogos da série principal.

Imagem via The Pokémon Company

Até o lançamento de Pokémon Legends: Arceus, não se sabia muito bem qual seria o objetivo do jogo. A Pokémon Company até divulgou algumas informações antes, mas, de modo geral, havia um certo ar de mistério em relação ao jogo.

Em um jogo comum de Pokémon, o fim costuma ser marcado pela derrota do Elite Four. Em Pokémon Legends: Arceus, uma distorção gigante pende sobre Hisui e a sua tarefa é descobrir por que ela está irritando os Pokémon Nobres, além de juntar informações sobre os Pokémon da região de Hisui.

Pokémon Legends: Arceus não é igual aos outros Pokémon da série principal. Não existem ginásios, não existe cruzamento e as batalhas entre treinadores são raras. Em vez disso, o que você encontra é um mundo aberto para explorar, novas formas de encontrar Pokémon selvagens e de lutar com eles, um sistema de criação e a melhor parte: um mapa cheio de Pokémon esperando para serem capturados.

Ao entrar em uma área e fugir do acampamento, você encontra um mundo de Pokémon ansiosos para serem descobertos. Eles podem ser Pokémon Alpha, que são mais difíceis de enfrentar que os Pokémon normais, podem ser de formas diferentes, como as formas de Hisui, ou podem até ser brilhantes. Pokémon diferentes vão aparecer durante o dia e à noite, e alguns Pokémon são mais raros que outros.

Quando os jogadores começaram a ter acesso ao jogo, ficou evidente que uma das maiores melhorias dele em relação a outros títulos da série principal foi precisar de menos botões para concluir ações. Nesses jogos, costuma haver várias etapas para fazer uma ação simples.

Quer colher, plantar e regar uma planta? Antes o jogo diz que tipo de planta é, depois pergunta se você quer colher. Depois, o jogo diz quantas você colheu, comenta que há um pedaço vazio de terreno fértil e pergunta se você gostaria de plantar uma fruta. Que tipo de fruta você quer plantar? Há uma fruta plantada aqui; você gostaria de regar essa planta? Você regou a planta!

Em Pokémon Legends: Arceus, existem as árvores frutíferas. O jogo não diz quais são as frutas, nem faz perguntas. Você joga o seu Pokémon nela e o jogo diz quantas frutas você pegou e qual é o tipo delas. Se usa apenas um botão onde antes se usava muitos.

O jogo também deixa o jogador livre para fazer o que quiser, sem gastar tanto tempo com atividades obrigatórias. Jogos anteriores da série principal, por exemplo, tinham uma história bem linear e obrigatória até o fim da campanha. Aqui não. Está correndo por uma área e não quer batalhar com nenhum Pokémon? É só continuar correndo. As batalhas entre treinadores são poucas e distantes umas das outras, e nem mesmo elas precisam ser concluídas na hora. Missões podem ser concluídas no seu próprio ritmo ou totalmente ignoradas.

Pokémon Legends: Arceus traz uma experiência inédita para os jogadores por sua liberdade. Você pode fazer o que quiser, quando quiser. Alguns vão querer adiantar a história para chegar ao fim do jogo, enquanto outros vão preferir explorar uma área inteira antes de seguir para a próxima.

É fácil se perder no meio das tarefas. Você pode estar tentando chegar à próxima etapa da narrativa, encontrar um Pokémon Alpha e decidir parar para lutar, pois assim se aproveita a XP antes de chegae à próxima etapa. Depois, você pode estar concluindo algumas missões secundárias quando se forma uma distorção do espaço-tempo, trazendo Pokémon e itens raros.

Aqueles que gostam de colecionar Pokémon brilhantes também têm motivos para gostar desse jogo. As probabilidades de os Pokémon serem brilhantes em Mass Outbreaks são ótimas. E, pelo fato de os Pokémon brilhantes serem mostrados como brilhantes no mapa, é muito mais fácil encontrar um Pokémon brilhante que em outros jogos da série.

Uma reclamação de quem já jogou outros jogos da série principal foi a dificuldade. A Game Freak aumentou a dificuldade das batalhas em Pokémon Legends: Arceus, mostrando que não quis passar a mão na cabeça de ninguém. Um Pokémon de nível 80 ainda pode ser eliminado por um Pokémon de nível 60 se você não escolher os tipos certos ou não tiver Pokémon com bons atributos. Algumas batalhas de treinadores são bem perigosas, pois colocam três Pokémon do oponente contra apenas um dos seus. Aqui, a preparação é mais importante que em todos os outros jogos mais recentes da série principal de Pokémon.

Um dos primeiros aspectos negativos apontados pelos jogadores foi a questão dos gráficos. Os gráficos do jogo e a otimização de desempenho deixam a desejar. Você pode ver um Pokémon ao longe e parecer que ele está se movimentando em 10 FPS.

Pokémon Legends: Arceus é bonito do jeito dele, mas, além dos Pokémon que habitam Hisui, não existem muitos indicativos de que o mundo esteja realmente vivo. O mundo está cheio de árvores, tem algumas pedras, grama e flores, mas essas coisas variam pouco entre as zonas diferentes da região, o que faz com que o mundo pareça redundante. Além de não ser tão bonito, algumas decorações até atrasam o jogador. Por exemplo, se você encontrar um Outbreak de Eevee em Alabaster Icelands, há um pedaço de grama que faz a Poké Bola quicar como se batesse em uma árvore, alertando os Eevees e fazendo com que eles fujam.

Para alguns, a falta de batalhas de treinador, rivais e cruzamentos foi um ponto extremamente negativo do jogo. As batalhas de treinador são uma das formas mais tradicionais de aumentar o nível dos Pokémon, mas há pouquíssimas formas de se iniciar uma batalha de treinador em Pokémon Legends: Arceus. Você conhece alguém no início do jogo que parece ser seu rival, mas não enfrenta esse oponente com tanta frequência.

As Missões (Solicitações) também não agradaram tanto à comunidade — e não por serem difíceis, mas por serem tediosas. Algumas delas, como as de encontrar Pokémon de tamanhos específicos ou a de encontrar 107 Wisps, são tão maçantes sem nenhum tipo de guia que muitos jogadores não conseguem encontrar nenhum tipo de diversão nelas.

Nenhum jogo é unânime, mas a maior parte dos jogadores parece estar curtindo Pokémon Legends: Arceus e esperando algum tipo de DLC, além de algumas melhorias à base que a Game Freak e a Pokémon Company prepararam para este primeiro jogo semi-mundo aberto.

Embora os gráficos, a falta de batalhas de treinador e a retirada dos cruzamentos sejam apontados como pontos negativos, a exploração de um mundo vasto e cheio de Pokémon tem sido um ponto positivo que agradou aos fãs. A Game Freak criou um mundo onde os Pokémon andam livremente, e um jogo que os jogadores têm mais formas de jogar em seu próprio ritmo.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jessica Scharnagle no Dot Esports no dia 21 de fevereiro.