Como entrar no universo de League of Legends se você acabou de assistir Arcane?

Cuidado com o que você deseja.

Imagem via Riot Games

Você não precisa ser um fã ávido do universo de League of Legends para desfrutar de sua série de TV animada, Arcane. O show não requer nenhum conhecimento prévio do universo, o que permitiu atingir um público mais amplo.

Arcane se tornou um sucesso instantâneo entre os fãs do LoL e também conquistou os corações de muitos espectadores que nunca haviam mergulhado no universo do jogo antes. Se você acabou de assistir ao show e está se perguntando como poderia entrar no universo do LoL e passar mais tempo com os personagens, você terá algumas opções.

O próprio LoL é o único representante de seu universo há muito tempo, mas a Riot Games decidiu expandir seu portfólio a partir de 2019. Desde experimentar em diferentes gêneros até o lançamento de uma versão mobile do LoL, os fãs agora têm vários portais que se abrem para o Universo do LoL.

Considerando que LoL não é o único representante de seu universo, encontrar o jogo que se adapta aos seus hábitos de jogo pode exigir algumas tentativas. Depois de encontrar o certo, no entanto, você pode ficar preso às raízes do universo do LoL.

League of Legends: Wild Rift

Imagem via Riot Games

Os jogos móveis evoluíram substancialmente na última década, e os dispositivos móveis evoluíram a um ponto em que podem fornecer resultados impressionantes graficamente. Os fãs queriam ver uma versão móvel de LoL há muito tempo, mas a Riot não queria portar o jogo sem fazer mudanças significativas.

Embora League tenha controles robustos e requisitos de sistema razoáveis ​​para PCs, a Riot queria otimizá-lo para o mobile e codificou-o do zero para torná-lo o mais otimizado possível. As durações das partidas em Wild Rift também são mais curtas do que no LoL, uma vez que a Riot consertou alguns dos elementos do jogo para fazer as durações das partidas adequadas para jogos mobile.

Ao carregar pela primeira vez em Wild Rift , você terá a opção de escolher um campeão da rotação gratuita de personagens. O jogo é bastante amigável, porém, e não deve demorar tanto para desbloquear seus personagens favoritos do show.

Se você está procurando jogar LoL, mas não tem muito tempo para se dedicar a isso, Wild Rift será a escolha perfeita para você.

Legends of Runeterra

Os MOBAs podem ser bastante competitivos e exigir toda a sua atenção se você deseja subir na classificação. Manter seus reflexos afiados e sua mecânica no mais alto nível pode ser uma luta, mas os MOBAs não são o único gênero que permite aos jogadores mergulhar no universo do LoL.

Legends of Runeterra, o jogo de cartas digital da Riot, pode ser ainda mais centrado na história, pois apresenta muitos personagens que ainda não estão disponíveis no LoL. Fãs com experiência anterior em Magic: The GatheringHearthstone ou qualquer outro jogo de cartas colecionáveis ​​podem se sentir mais confortáveis ​​jogando LoR.

Ao contrário da maioria dos jogos de cartas digitais, LoR é extremamente amigável e gratuito e também elimina o fator sorte ao construir uma coleção. Não há pacotes de reforço no LoR, o que significa que os jogadores não precisarão confiar na sorte para desbloquear a carta de que precisam. As cartas podem ser fabricados ou comprados com as moedas do jogo. Embora os jogadores ainda tenham a opção de comprar as cartas de que precisam, jogar algumas horas por dia será mais do que suficiente para expandir sua coleção e desbloquear todas as cartas do jogo em alguns meses.

Teamfight Tactics

Entre 2018 e 2019, os autobattlers dominaram o mundo dos jogos. O que começou como um mod no Dota 2 rapidamente se tornou uma sensação, e várias franquias decidiram desenvolver sua própria abordagem do gênero. Os jogadores jogam como um jogo de xadrez automatizado, o que pode parecer estranho no início, mas a parte de elaboração de teoria e planejamento do jogo torna-o uma experiência muito agradável para alguns jogadores.

Enquanto alguns desses jogos morriam lentamente, o Teamfight Tactics, a visão da Riot sobre o gênero, sobreviveu. No TFT, os jogadores só podem decidir a posição de seus personagens no tabuleiro e quais itens eles equipam. Assim que a rodada começa, uma batalha automática ocorrerá e os jogadores podem fazer ajustes em sua escalação entre cada rodada.

A principal razão pela qual o TFT se destacou entre a multidão é a abordagem da Riot ao jogo e as atualizações de balanceamento consistentes que mantiveram a experiência de jogo fresca. Em comparação com outros jogos da nossa lista, o TFT não tem uma barreira de entrada. Todos os personagens do jogo são gratuitos e o jogo é principalmente monetizado por meio de cosméticos.

A partir do momento que você carrega no jogo, você estará em um campo de jogo equilibrado com os outros jogadores, mas o jogo oferece muito menos insights em termos de história do LoL, uma vez que pode ser considerado um jogo de arcade acelerado.

League of Legends

Imagem via Riot Games

Pode ser surpreendente ver League of Legends no final da nossa lista, mas em comparação com outros títulos, LoL requer mais atenção e tem a maior curva de aprendizado.

As partidas são visivelmente mais longas em comparação com Wild Rift, e você não será capaz de vagar pelo mapa tão livremente devido à natureza competitiva / baseada em objetivos do jogo. Acumular maestria no LoL leva muito mais tempo, e você também precisará desbloquear seus campeões favoritos se eles não estiverem disponíveis no rodízio gratuito semanal. 

O LoL apresenta duas equipes de cinco, e os jogadores vão desempenhar uma das funções principais para vencer o time inimigo, derrubando seu Nexus ou fazendo-o se render. Considerando o número de campeões no jogo, os jogadores provavelmente irão jogar com e contra diferentes composições de equipe em cada jogo, aumentando a rejogabilidade do LoL. Embora o jogo fique mais competitivo à medida que você sobe de classificação, o LoL pode ser especialmente mais divertido se você jogá-lo com amigos.

Artigo publicado originalmente em inglês por Gökhan Çakır no Dot Esports no dia 20 de novembro.