Tudo que você precisa saber sobre o Mid-Season Invitational 2021

O MSI sobe de nível neste ano.

Imagem via Riot Games

O Mid-Season Invitational está de volta após uma pausa de um ano. Desta vez, há mais que a glória em jogo para os melhores times de League of Legends.

Em 30 de março, a Riot Games apresentou um novo formato para o evento deste ano, com mais incentivo para os jogadores que vão competir internacionalmente.

O evento costuma ser um bom indicativo de qual é a melhor região do ano antes do Campeonato Mundial, que acontece em setembro. Mas o Mundial sempre foi o campeonato principal do jogo, com as melhores histórias, melhores premiações e melhores arenas.

Em edições anteriores, algumas equipes não levavam o MSI tão a sério quanto outros eventos. A gigante europeia G2 Esports chamou atenção por ter saído de “férias” em vez de se preparar para o MSI em 2016. A equipe saiu do campeonato com um placar de 2-8 e a resposta da comunidade foi bem negativa.

Neste ano, em Reykjavík, Islândia, não há desculpas. A Riot garantiu isso com um novo formato e estrutura de premiação.

Formato

A Riot se livrou da fase de entrada neste ano e dividiu as 12 regiões em quatro níveis, com base nos resultados dos últimos dois anos de campeonatos internacionais.

1: China (LPL), Europa (LEC), Coreia do Sul (LCK)

2: América do Norte (LCS), Sudeste Asiático (PCS)

3: Turquia (TCL), CEI (LCL), América Latina (LLA)

4: Japão (LJL), Brasil (CBLOL), Oceania (LCO)

O resultado foi dividir os times em três grupos, que o diretor de operações globais da Riot, Tom Martell, sorteou “aleatoriamente usando um software”. A equipe classificada de cada região será escolhida com base nos resultados da temporada atual.

Imagem via Riot Games

O evento será dividido em três etapas diferentes neste ano. Na fase de grupos, os grupos B e C jogam partidas únicas de ida e volta, enquanto o grupo A fará o mesmo, mas com o dobro de partidas. Os dois times mais bem-colocados de cada grupo avançam para a próxima fase do campeonato. Na próxima fase, o “hexágono”, os seis melhores times jogam partidas únicas de ida e volta. Os quatro melhores avançam para uma semifinal, onde jogam duas melhores-de-cinco. Os vencedores dessas partidas se encontram na grande final, em uma última série melhor-de-cinco.

Programação

Os 11 times, exceto a GAM Esports, da VCS, que não conseguiu participar do evento devido às restrições de viagem por conta da pandemia de COVID-19, se encontram em Reykjavík, Islândia. O MSI ocorre ao longo de duas semanas, começando às 10h BRT de 6 de maio e encerrando com a semifinal e a final, que acontecem respectivamente em 21-22 e 23 de maio, também às 10h BRT.

Premiação

Neste ano, a liga do vencedor receberá uma vaga adicional no Mundial.

Quando o evento terminar, em maio, a liga com mais pontos “de poder”, calculados com base em uma série de variáveis, receberá uma vaga adicional (a não ser que essa mesma região também tenha vencido o MSI). Caso a região tenha vencido o MSI, a vaga adicional irá para a região com o segundo maior número de pontos.

MSI Temporada 9Mundial Temporada 9Mundial Temporada 10Pontos totais
LCS2002
LEC4121228
LPL1202849
LCK184049

Atualmente, de acordo com a pontuação que a Riot implementou em 2017, a LPL e a LCK estão empatadas em primeiro lugar com 49 pontos cada uma. O MSI deste ano dará oito pontos aos vencedores, quatro ao vice-campeão e dois a cada semifinalista.

Isso significa que, se a LPL se classificar para a semifinal, já tem uma vaga extra garantida no Mundial. Caso a LCK ou a LPL vença o campeonato, no entanto, a LCK também receberá outra vaga. A LCS e a LEC, assim como as outras ligas menores, precisam vencer o MSI para garantir essa vaga adicional no Mundial.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jerome Heath no Dot Esports no dia 28 de abril.