Riot testa melhorias a Sona, recompensando os jogadores pelo suporte aos aliados

No entanto, "nada garante" que as melhorias vão ao ar.

A Riot resolveu testar algumas melhorias a League of Legends que serão música para os ouvidos dos fãs de Sona.

Jeevun Sidhu, designer principal do jogo, listou algumas mudanças experimentais a Sona no Twitter. Como a atualização de itens da pré-temporada não combinou muito bem com a suporte, a Riot pretende “consolidar a forma com que ela escala sem precisar abater tantas tropas na rota”.

Sidhu explicou que a mecânica atual de restauração de mana parece punir quem joga de Sona, em vez de recompensar suas jogadas. Com as melhorias experimentais, a mecânica de recuperação de mana seria removida e seu Q, W e E deixariam de restaurar mana ao usar a habilidade em um aliado. Mas as habilidades também teriam um custo mais baixo de mana.

A passiva atual de Crescendo, a ultimate da Mestra das Cordas, reduz os tempos de recarga de todas as habilidades básicas. Mas essas mudanças removeriam essa passiva completamente. Em compensação, uma nova passiva de Sona, Ressonância, permitiria que ela acumulasse permanentemente aceleração de habilidade toda vez que causasse dano a um inimigo ou ajudasse um aliado com uma habilidade. Cada habilidade teria um limite, convertendo acúmulos em PdH adicional.

Se quiser crescer com Sona, você passa a receber compensação igual por ajudar aliados e por causar dano a inimigos. Isso daria muito poder à personagem como suporte, além de permitir que seja usada na rota do meio.

Xin Zhao foi o último campeão a receber uma melhoria, na atualização 11.6. A intenção dos desenvolvedores da Riot era que o lanceiro demaciano tivesse “mecânicas únicas” e pudesse ser usado com Poder de Habilidade.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 26 de março.