22 DE junho DE 2018 - 15:10

Jogador sul-americano de Dota 2 é acusado de usar macro ilegal na qualificatória do TI8

Usuários do Reddit publicaram evidências no início do dia da suposta utilização de um programa de terceiros.
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Imagem via Valve

A pilha de problemas e controvérsias sobre os torneios qualificatórios do The Internacional 8 continua a crescer.

Primeiro havia um bug que quebrava o jogo que levou os organizadores a proibir o uso de uma habilidade, seguido por uma decisão errônea relacionada ao glitch que levou uma equipe a ser desqualificado erroneamente da qualificatória chinesa. Entre os incidentes, o coordenador de jogo também ficou indisponível, forçando a segunda qualificatória aberta da América do Norte a ser reiniciada do zero.

Até um jogador que fingiu ir ao shopping com a mãe para não jogar a qualificatória pela Midas Club na América do Sul se tornou um problema.

No entanto, dessa vez o assunto é trapacear para chegar ao TI8. No início do dia, os usuários no subreddit de Dota 2 publicaram evidências do uso de macros na qualificatória regional sul-americana, com Juan "atun" Ochoa da Thunder Predator sendo acusado de usar um aplicativo de terceiros.

A prova em questão inclui uma cópia do log de combate no terceiro jogo da série melhor de três da do Thunder Predator contra a SG e-Sports, que aconteceu ontem. O log de combate mostra Atun, que estava jogando de Meepo no terceiro mapa, usando a habilidade Poof em três Meepos separados exatamente ao mesmo tempo.

Imagem via usuário do Reddit [caiovigg](https://www.reddit.com/r/DotA2/comments/8sy66c/repost_atuun_used_macro_on_meepo_at_ti_qualifiers/e13cnzv/)

Normalmente, isso seria impossível, dado que a habilidade deve ser conjurada individualmente para cada Meepo. Para isso, o jogador tem que pressionar a tecla Tab, seguido da tecla W e, em seguida, o botão esquerdo do mouse no alvo para cada clone de Meepo que deve ser teleportado.

A publicação também contém provas em vídeo da sincronia absurda das habilidades, que mostra dois clones de Meepo aparecendo ao lado do alvo sem qualquer atraso. Quando comparados lado a lado com o vídeo das jogadas de Johan "n0tail" Sundstein com Meepo, a falta de atraso se torna ainda mais evidente, mesmo sem reduzir a velocidade das imagens.

Os clones do Meepo de Atun aparecem exatamente na mesma hora.

Essa é uma violação dos termos de serviço do jogo, de acordo com um publicação feita em 2012 por um desenvolvedor e moderador do fórum de Dota 2. Scripts e macros que prestam assistência ativa na jogabilidade além do que é fornecido pela Valve por meio do cliente de Dota 2 se enquadram na categoria de "software ilegal", uma infração sujeita a banimento VAC.

A Thunder Predator venceu a série, o que lhes permitiu avançar para a grande final do torneio.

Até o momento dessa publicação, no entanto, não há relatos de banimento VAC da conta de Atun. Nem ele ou a Valve fizeram declarações sobre a acusação. Se a Valve encontrar provas consistentes o suficiente para concluir que Atun estava mesmo trapaceando, a SG e-Sports pode ser declarada vitoriosa automaticamente.

Próximo Artigo