Dr Disrespect sobre encerramento da Mixer: “Envolve o trabalho de várias pessoas, então não é pra rir disso”

As atividades da Mixer serão oficialmente encerradas em julho.

Captura de tela via Dr Disrespect

Com o anúncio repentino de que a Mixer, plataforma de streaming da Microsoft, vai encerrar suas atividades, alguns dos fãs comemoraram a notícia de que a rival da Twitch tinha falhado na missão de ocupar seu lugar como maior serviço de streaming. Dr Disrespect, porém, não foi uma dessas pessoas.

Depois de receber uma doação de um espectador que disse que estava “rindo pra caralho” com a situação, Dr Disrespect, que é conhecido por sua personalidade exagerada e engraçada, ficou sério. Aliás, ele pareceu até ter dificuldades na hora de responder.

“Assim, muita gente provavelmente vai perder o emprego”, disse Dr Disrespect. “Envolve o trabalho de várias pessoas, então não é pra rir disso. Algo não estava indo bem com a Mixer e a Microsoft e atrair streamers talentosos e astros sem pagá-los diretamente.”

Um dos maiores streamers que a Mixer contratou no último ano é shroud, que é amigo de Dr Disrespect. Os dois streamers competem juntos e um contra o outro em streams há anos e costumam brincar um com o outro de forma amigável.

Apesar da amizade, Dr Disrespect já criticou algumas vezes a decisão da Mixer de assinar com streamers populares com o objetivo de fazer a plataforma crescer. Em outubro de 2019, quando shroud assinou um contrato de exclusividade com a Mixer, Dr Disrespect respondeu um espectador que disse que ele devia seguir os passos de shroud.

“Então você vem e me diz ‘é, eles estão investindo pesado’. Não, não estão. Eu tenho o dobro do número de espectadores de Ninja no momento e mal comecei minha stream”, disse Dr Disrespect na época. “Na realidade, esse investimento não faz nada pela plataforma. Não é possível comprar uma comunidade, não é possível comprar audiência.”

A Mixer vai encerrar oficialmente suas atividades em julho. Ninja e shroud teriam recebido uma bela oferta para migrar para o Facebook Gaming, mas parece que os dois recusaram. Para outros parceiros da Mixer, o Facebook estaria oferecendo um bônus único de 2.500 dólares ao assinar com sua comunidade de Criadores de conteúdo de jogos.

Artigo publicado originalmente em inglês por Preston Byers no Dot Esports no dia 22 de junho.