Como usar o “Pizzle Pack” com músicas liberadas de T-Pain na Twitch

Uma bênção da lenda.

Imagem via Twitch

Transmitir na Twitch usando música tem sido difícil nos últimos meses, após uma enxurrada de conteúdo ser bloqueado por gravadoras por questões de direitos autorais (DMCA).

No meio de uma pandemia, vários criadores de conteúdo da Twitch bateram recordes de audiência e, como muitos deles jogavam ouvindo música em serviços como o Spotify, gravadoras começaram a reclamar.

O rapper T-Pain, que é um profissional respeitado tanto na música quanto no mundo do streaming, teve suas críticas ao bloqueio de conteúdo por direitos autorais e acrescentou que isso é sempre algo feito pelas gravadoras, não pelos artistas.

“Nunca vai ser um artista”, disse ele. “Acredite. Você nunca vai ver um artista fazer essa merda. É a coisa mais bizarra do mundo. A gente fica mais animado que vocês quando a música que a gente fez toca na stream de vocês, mais ainda se for um trecho onde a pessoa tá curtindo.”

T-Pain então prometeu aos seus espectadores e à comunidade do streaming que faria algo para remediar, ao menos em parte, essa situação. E ele revelou que batidas que criou na Twitch e músicas que lançou nos últimos anos poderiam ser usadas por streamers.

Desde então, a lenda do autotune criou uma playlist no SoundCloud, cheia de música gratuita e com uso liberado para as transmissões, chamada “Pizzle Pack”.

Encontrar a playlist é facílimo, basta acessar PizzlePack.com e, na página inicial, começar a reproduzir as músicas que vai usar na stream. Você também pode abrir o Soundcloud do Pizzle Pack e fazer o mesmo, particularmente se o site estiver offline.

T-Pain explicou bem como as pessoas devem usar as músicas da playlist. O propósito da playlist é ter músicas de fundo para usar nas transmissões, não é criar remixes para outros usos.

“Eu reservo a mim os direitos da minha música”, diz o site. “Eu concedo a você uma licença limitada e revogável para usar minha música no fundo de seus vídeos e transmissões, mas você não pode gravar músicas suas com as batidas, alterá-las ou usá-las em outros contextos. Se fizer isso, estará violando meus direitos autorais e isso pode fazer com que você leve um processinho.”

Essencialmente, ele criou as músicas para substituir a playlist que você usaria no Spotify, Pandora ou outro serviço de streaming quando estivesse jogando. O streamer Cardboard Cowboy explicou muito bem quando falou sobre elas em um vídeo promocional para T-Pain.

Artigo publicado originalmente em inglês por Max Miceli no Dot Esports no dia 28 de janeiro.