Mixer encerra atividades e se junta ao Facebook Gaming

Será que shroud e Ninja vão acabar voltando à Twitch?

Imagem via Microsoft

Os quatro anos que a Mixer passou tentando ocupar o trono que pertence à Twitch acabaram.

O serviço de streaming da Microsoft anunciou hoje que estaria encerrando suas atividades e se juntando ao antigo concorrente Facebook Gaming.

A mudança pode marcar o fim de um período importante na indústria do streaming, onde havia vários concorrentes, incluindo o Facebook Gaming e o YouTube, investindo altas quantias para tentar conseguir uma parcela da grande audiência da Twitch. Os serviços do Facebook e do YouTube provavelmente não vão embora tão cedo, mas o encerramento da Mixer demonstra que é preciso ter muito mais que dinheiro e streamers famosos para acabar com a Twitch.

A Mixer lutou para alcançar o patamar que precisava para competir com a Twitch ou atender às necessidades dos criadores de conteúdo. Esses criadores incluem Ninja e shroud, antes dois dos maiores streamers da Twitch, que a empresa atraiu para sua plataforma em acordos milionários como tentativa de conseguir espaço no mercado.

“Ficou evidente que o tempo necessário para fomentar nossa própria comunidade no streaming não era compatível com a visão e experiência que a Microsoft e Xbox gostariam de entregar para os jogadores no momento, então decidimos encerrar as operações da Mixer e ajudar a comunidade a fazer a transição para uma nova plataforma”, anunciou a Mixer em um comunicado.

Com o encerramento da Mixer, shroud e Ninja ficarão livres para voltar à Twitch. A Mixer, porém, disse que continuaria honrando seus acordos com os streamers se eles passassem para o Facebook Gaming.

Apesar de os criadores de conteúdo não serem obrigados a migrar para o Facebook, a Mixer e o Facebook Gaming trabalharam em estratégias para que eles façam a transição da Mixer para o Facebook Gaming quando as atividades da Mixer forem oficialmente encerradas, em 22 de julho.

Mesmo contratando dois dos criadores de conteúdo mais vistos na Twitch no final do ano passado, a Mixer teve dificuldades para ficar à altura de outras plataformas, incluindo Facebook Gaming e YouTube Gaming. No fim de abril, estatísticas da StreamElements mostravam que a plataforma tinha audiência consideravelmente mais baixa que todos os outros três sites de streaming. Enquanto isso, apesar de todos os quatro sites terem crescido, a Mixer foi a que teve menos crescimento anual, com apenas 0,2%. Mesmo levando embora alguns dos maiores astros da Twitch.

Enquanto a Twitch manteve seu status como plataforma de jogo mais vista, o YouTube e o Facebook cresceram sua presença no mercado e a Mixer não conseguiu fazer isso.

O Facebook tentou negociar e levar os maiores astros da Mixer para o Facebook Gaming, mas shroud e Ninja recusaram a oferta, de acordo com o jornalista de esports Richard Lewis. Os dois teriam recebido o valor integral de seus respectivos contratos e poderiam negociar com qualquer plataforma que preferirem.

Ninja não aparece ao vivo na Twitch desde o ano passado, quando passou para a Mixer, mas há indicativos de que ele poderia voltar à plataforma com o encerramento da Mixer na aba “Sobre” de seu canal. A descrição agora diz que ele “faz transmissões de VALORANT e Fortnite“. Isso é importante porque VALORANT ainda não tinha sido lançado quando ele saiu da Twitch.

Ninja disse no Twitter que tem “algumas decisões a tomar”, mas não comentou em detalhes onde faria suas streams. Não há nenhum indicativo de onde shroud pretende continuar.

Artigo publicado originalmente em inglês por Max Miceli no Dot Esports no dia 22 de junho.