Ninja e shroud teriam “desistido” de negociação com Facebook e estariam livres para assinar com outras plataformas

"Que comecem os jogos."

Captura de tela via Ninja

A Microsoft surpreendeu hoje quando anunciou sua decisão de “encerrar as operações da Mixer”. Enquanto os fãs se perguntam que plataforma fica com os maiores streamers da Mixer, parece que não será o Facebook Gaming.

Ninja e shroud teriam “desistido” das negociações com o Facebook, de acordo com o jornalista de esports Richard Lewis. E mesmo com o Facebook oferecendo quase o dobro de seus contratos originais da Mixer, de acordo com o jornalista de esports Rod “Slasher” Breslau, os dois recusaram.

A Mixer se uniu ao Facebook Gaming para ajudar os criadores de conteúdo a fazerem a transição para a nova plataforma. O Facebook anunciou que vai honrar o status de parceria e manter os contratos com parceiros “tão parecidos com os originais quanto for possível”, mas não parece ter sido suficiente para ganhar a atenção de Ninja e shroud.

Ninja teria recebido 30 milhões de dólares com a fusão, e shroud teria recebido 10 milhões de dólares.

Ninja deixou a Twitch no ano passado devido a problemas com licenciamento; o streamer queria ter mais espaço para crescer sua marca. Mas agora que o streamer não tem nenhum contrato, pode ser que a Twitch queira revisitar esse assunto e achar uma forma de agradar aos dois lados. Isso também ajudaria Ninja a conseguir boa parte de sua audiência de volta.

Já que shroud também saiu da Mixer, voltar à Twitch seria uma transição fácil.

Mas o YouTube ainda pode fazer uma oferta lucrativa aos dois astros do streaming e acabar com qualquer coisa que a Twitch consiga oferecer.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 22 de junho.