As 3 coisas que mais precisam mudar em Apex Legends

Apesar de ter um meta bem balanceado, a Respawn ainda precisa mexer em algumas coisas que estão fortes demais em Apex Legends.

Imagem via Respawn Entertainment

Quando a temporada 2 de Apex Legends começou, mudou o meta com novos anexos, uma nova lenda e as ranqueadas. Mas, segundo os fãs, algumas novidades estão fortes demais.

A maior parte dos fãs concorda que Apex nunca esteve tão balanceado. Todas as armas são viáveis em partidas competitivas, o sistema de ranqueadas (na maior parte do tempo) coloca você contra alguém de habilidade parecida, e toda lenda tem chances de vitória.

Há algumas coisas, porém, que precisam mudar um tiquinho. Aqui está a nossa lista das três coisas que precisam de ajustes em Apex.

Munição Disruptora

A Munição Disruptora, a maldição da existência geral, foi introduzida na primeira atualização da temporada 2. E está causando tumulto.

O Hop-Up, que é compatível com a submetralhadora Alternador e a pistola RE-45, usa munição que pode atravessar escudos inimigos mais rapidamente que balas normais.

O Alternador é uma arma que pode ser encontrada em todo lugar, o que dá aos jogadores acesso fácil para montar a arma superforte. A atualização da temporada 2 também fortaleceu o dano do Alternador de 13 a 15 por tiro, criando um pico de uso.

Imagem via Respawn Entertainment

A Munição Disruptora é especialmente perigosa para Wraith, Lifeline e Pathfinder, que agora recebem 5% de dano a mais. Um Alternador pode atropelar essas lendas antes que dê tempo de anotarem a placa.

A equipe de desenvolvimento da Respawn tentou balancear a Munição Disruptora, diminuindo o multiplicador de dano do escudo de 2,26 para 1,7, mas surtiu pouco efeito. O Alternador continua sendo uma das armas mais usadas e, para balancear o jogo um pouco melhor, a Munição Disruptora precisa ficar mais fraca.

A defesa de Wattson

Imagem via Respawn Entertainment

Apesar de Wattson, a nova lenda de Apex, não ser um personagem de fato desbalanceado, seu efeito no meta é inegável.

Os fãs de Apex estão reclamando do meta da “armadilha”, em que as equipes usam personagens defensivos para esperar o círculo passar. E Wattson é o motivo disso.

As habilidades defensivas dela, Segurança de Perímetro e Torre Eletrificada, permitem que ela construa um forte impenetrável. Portões elétricos impedem que os jogadores entrem correndo, e a torre destrói todos os projéteis que forem atirados lá dentro.

Esta estratégia mudou muito as partidas de Apex, especialmente nas ranqueadas, em que os times são recompensados por sobreviver por mais tempo. Apesar de as habilidades de Wattson serem únicas e interessantes, a Respawn precisa mudar algo para acabar com a frustração dos jogadores.

Uma sugestão para ajustar isso pode ser dar a Wattson o mesmo atributo que faz os outros heróis receberem mais dano, já que a hitbox dela é relativamente pequena em comparação à de outros campeões. Fazer com que os nodos eletrificados e torres sejam mais fáceis de destruir também pode ajudar os times a entrarem em construções. E lançar uma nova lenda que lide especificamente com as habilidades dela balancearia o meta, levando a jogos mais dinâmicos.

O círculo

A atualização da temporada 2 também aumentou o dano que os jogadores recebem quando estão fora do círculo. Sim, isso ajudou a fazer com que o progresso das partidas seja mais rápido, e forçou os jogadores a lutarem mais no começo do jogo. Mas o círculo dói.

O dano do círculo mudou para:

  • Rodada 1: 2% de dano recebido por contato.
  • Rodada 2: 5% de dano recebido por contato.
  • Rodada 3: 10% de dano recebido por contato.
  • Rodada 4: 20% de dano recebido por contato.
  • Rodada 5: 20% de dano recebido por contato.
  • Rodada 6 em diante: 25% de dano recebido por contato.

Na rodada 4, os jogadores não conseguem ficar mais de 8 segundos no círculo sem morrer, e os contatos acontecem a cada segundo e meio.

O efeito que isso tem no meta é, de forma geral, bom. Mas a estratégia de esperar faz com que o círculo seja ainda mais perigosa. Os jogadores podem esperar em locais ideais, se proteger dentro de uma construção e atirar em jogadores desavisados que estejam tentando entrar no círculo. Algumas balas com dano aumentado e eles não têm chance.

Agora é ainda mais importante ter cuidado com onde está no mapa, por quanto tempo, e se entra ou não em uma briga quando o círculo está fechando. Sim, são bons hábitos para se ter em qualquer battle royale. Mas o dano por contato pode diminuir um pouco até esse tipo de meta deixar de ser tão dominante.

Artigo publicado originalmente por Andreas Stavropoulos em inglês no Dot Esports no dia 25 de julho.