Ferramentas para mapas de VALORANT feitos pela comunidade levariam “anos de desenvolvimento”, diz a Riot

O diretor de design, Joe Ziegler, fala sobre a diversidade de mapas no Diários Dev de hoje.

Imagem via Riot Games

O diretor de design do VALORANT, Joe Ziegler, discutiu o futuro dos mapas no vídeo Diários Dev de hoje, lançando dúvidas sobre um recurso solicitado por um fã.

Enquanto a Riot entende o “valor incrível” dos mapas feitos pela comunidade, Ziegler disse que o foco e o tempo da equipe são mais bem gastos na criação de outro conteúdo.

“Montar uma plataforma de compartilhamento com a comunidade e ferramentas de criação de mapas levaria anos de desenvolvimento”, disse Ziegler. “Colocando isso na balança com outros tipos de conteúdo possíveis, considerando a equipe atual, fica claro que o foco deve ser o conteúdo.”

A Riot também quer que novos mapas sejam integrados ao ecossistema de VALORANT, especialmente devido à cena profissional em desenvolvimento. Ao criar seus próprios mapas, os desenvolvedores podem ter certeza de que estão “baseados na IP” e podem ser balanceados rapidamente.

Embora isso possa ser uma decepção para os fãs, a Riot se dedica a adicionar mais mapas para aumentar a variedade competitiva. O Icebox é o quinto mapa adicionado à rotação, mas Ziegler diz que “mais um par” ajudaria a Riot a se sentir “confortável com [sua] diversidade de mapas”.

Apesar do foco atual da Riot na criação de outro conteúdo, Ziegler não descartou exatamente os mapas feitos pela comunidade para sempre. E como esta é uma discussão que os desenvolvedores têm “o tempo todo”, o recurso pode aparecer no futuro.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 23 de novembro.