A Riot tem como alvo as contas Smurfs de VALORANT ao fazer com que rendições nas Sem Classificação não contem para liberar o Competitivo

Prepare-se para jogar.

Imagem via Riot Games

A atualização 1.06 de VALORANT torna mais difícil para novas contas atingir o limite de requisitos competitivos, colocando um fim a uma exploração abusada por smurfs.

A atualização faz com que partidas em que houve rendição não sejam contabilizadas no número de partidas necessárias para liberar o Modo Competitivo. Os jogadores que fizerem novas contas e quiserem entrar na Classificação imediatamente terão que jogar 20 partidas completas primeiro.

Imagem via Riot Games

Muitos jogadores que chegaram ao Radiante ou estão procurando jogar Classificadas em outra conta precisam jogar 20 partidas Sem Classificação primeiro. Uma solução rápida para isso foi entrar em partidas casuais com amigos e se matar antes que a rodada comece para economizar tempo. Esses jogadores se renderiam o mais rápido possível para encerrar o jogo rapidamente. Depois de repetir esse processo 20 vezes, suas contas smurfs estariam prontas para o modo Competitivo.

Os jogadores de VALORANT procurando por partidas casuais expressaram frustração com seus oponentes ou aliados pulando fora dos jogos mais cedo. Jogadores cansados acreditavam que essas desistências não deveriam contar para as 20 partidas, e a Riot realizou esse pedido nesta atualização.

A atualização 1.03 removeu a exigência de voto de rendição unânime das partidas Sem Classificação, permitindo que quatro jogadores de uma equipe desistissem. Isso agora deve ser menos prevalente, já que os smurfs serão forçados a jogar todas as 20 partidas.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 20 de agosto.