Por que Ludwig foi banido do YouTube Gaming?

"Música infantil é a pior coisa que já aconteceu no YouTube."

Captura de tela via Ludwig

Não demorou muito para o novo menino de ouro do YouTube Gaming causar alguns problemas, e você pode achar o motivo para Ludwig ter sido banido tão rapidamente da plataforma um tanto engraçado.

Ludwig chamou atenção nesta semana ao anunciar que sairia da Twitch por um contrato de exclusividade com o YouTube Gaming. Mas, em sua terceira transmissão na plataforma, o streamer foi banido.

Em um de seus canais alternativos no YouTube, Mogul Mail, ele explicou em um vídeo curto, de três minutos, o motivo da suspensão.

Em sua transmissão da quinta-feira, Ludwig disse que estava tentando ver os “vídeos mais clássicos de todos os tempos do YouTube” e, nessa hora, acabou encontrando o clipe da música “Baby Shark Dance”, que tem mais de 9,77 bilhões de visualizações nos cinco anos desde seu lançamento.

“Acredito que os chefões executivos que detêm a propriedade intelectual do Baby Shark meio que controlam o YouTube, então me derrubaram”, disse ele. “Certo, talvez eu tenha que me preocupar mais com os Copyrights do que achava.”

Ludwig apontou que não tinha entendido direito como as questões dos direitos autorais e Copyrights funcionariam no YouTube e como seriam diferentes da Twitch, mas acrescentou que não foi banido em seus quatro anos na Twitch.

O bloqueio da conta de Ludwig parece ser curto. Nesse vídeo, publicado na noite de ontem, ele mostrou a notificação que recebeu e a mensagem dizia isso.

“As transmissões são interrompidas quando é detectado material protegido por copyright”, diz a notificação. “Depois, quando material protegido por copyright não estiver mais sendo transmitido, as transmissões são restauradas automaticamente.”

Resumindo, ele deve conseguir voltar amanhã. Isso não impediu, porém, que Ludwig descontasse suas frustrações na música infantil.

“Música infantil é a pior coisa que já aconteceu no YouTube”, disse ele. “Resumindo, elas que se fodam… O que tá acontecendo?”

Artigo publicado originalmente em inglês por Max Miceli no Dot Esports no dia 03 de dezembro.