Jeff Kaplan aposentaria o modo Caos Total de Overwatch se não fosse “pelo legado”

"No fim das contas, não acho legal de jogar e tem uma grande quantidade de problemas."

Imagem via Blizzard Entertainment

Jeff Kaplan, vice-presidente da Blizzard e designer principal de Overwatch, disse que aposentaria o modo Caos Total se fosse possível. Ele gostaria de movê-lo permanentemente do Arcade para as partidas personalizadas, mas não parece provável por causa de seu legado.

Kaplan disse tudo isso em resposta a um tópico no fórum de Overwatch. Um usuário perguntou por que o modo Caos Total não aparece mais vezes no Arcade e até perguntou especificamente para Kaplan por que ele não gosta do modo. Isso aparentemente chamou a atenção dele, já que ele mesmo respondeu ao tópico.

“Eu tenho críticas altíssimas a ele porque eu literalmente implementei esse modo (eu não consigo mais implementar muito no jogo… e faz falta)”, disse Kaplan. “No fim das contas, não acho a jogabilidade boa e há uma grande série de problemas.”

Kaplan continuou, dizendo que acha que o lugar do modo é nas partidas personalizadas. Os únicos motivos de isso ainda não ter acontecido são a popularidade e o legado. Essa popularidade é o que conseguiu levar o modo ao Arcade, pra começo de conversa. Caos Total é uma variante do Jogo Rápido com alguns modificadores.

Caos Total só tem os mapas Híbridos e de Escolta, mas fortalece todos os heróis. Os heróis têm o dobro da vida normal, quase todos os tempos de recarga são 75% mais rápidos que o normal e as habilidades supremas são carregadas 50% mais rapidamente. As melhorias talvez sejam o motivo de Kaplan achar que Caos Total é, bem, um caos e deve sair de cena.