Os 10 maiores vencedores e perdedores da atualização 2.11.0 de Legends of Runeterra

Com 47 cartas recebendo alterações, aqui estão nossos maiores resultados da atualização Ascensão do Submundo.

Imagem via Riot Games

A atualização 2.11.0 do Legends of Runeterra está agitando o jogo de uma forma monumental. Além da expansão Ascensão do Submundo adicionando mais de 40 cartas, um número recorde de mudanças de balanceamento estão sendo introduzidas na atualização mais recente.

Nos últimos meses, a comunidade de LoR expressou suas queixas com a recente direção de design de balanceamento que foi tomada desde que os Torneios Sazonais foram introduzidos. Os principais incômodos eram com mudanças de balanceamento infrequentes, deixando metas mais estagnados nas ranqueadas.

Com o grande número de mudanças na próxima atualização, agora é um momento emocionante para jogadores de todos os níveis experimentarem novos decks. Mas entender todas as alterações pode ser opressor.

Aqui estão nossas escolhas para os maiores vencedores e perdedores da atualização de balanceamento da atualização 2.11.0 do LoR.

Maiores perdedores

5) Targon

  • Mudanças notáveis:
    • As Presas: perde um de poder.
    • Formando Estrelas: perde um de cura.
    • A Serpente: perde um de poder.

Embora esta lista vise decks e cartas específicas, observar certas ferramentas dentro das regiões como um todo que receberam mudanças também ajudará a dar aos jogadores ideias sobre onde ir para a futura construção de decks.

Targon saiu de forma relativamente leve em comparação com outros aspectos alvejados pelos enfraquecimentos. Perder o poder de As Presas e A Serpente prejudicará as capacidades defensivas e responsivas da região nos estágios iniciais do jogo.

Formando Estrelas perder um ponto de cura não é um enfraquecimento considerável para a maioria dos decks de Targon, mas dará aos decks agressivos a chance de fechar o jogo contra decks de Evocar mais lentos que usam o feitiço de velocidade Súbito como defesa.

4) Ezreal e Draven

  • Mudanças notáveis:
    • Remexida: custa mais um de mana.
    • Improbulador Trivolt: custa mais um de mana.

Os decks Draven têm sido uma opção de potente de Midrange, boa para responder a vários oponentes na ranqueada. Ter dois de seus feitiços mais vitais, Remexida e Trivolt, custando um de mana extra vai prejudicar a consistência do deck e diminuir a sua velocidade. 

3) Nasus e Thresh

  • Mudanças notáveis:
    • Nasus: a forma de nível um perde a palavra-chave Assutador.
    • Aberração Liberta: perde um de Vida.

Um deck de primeira linha tanto na ranqueada quanto em torneios, Nasus está recebendo uma bofetada na forma de perder uma palavra-chave evasiva. Embora o O Curador das Areias possa ser bloqueado com mais facilidade agora, ele ainda vai escalar com o tempo e se tornar um incômodo se não for respondido antes de subir de nível.

2) Azir e Irelia

  • Mudanças notáveis:
    • Irelia: Precisa de 14 aliados para atacar e subir de nível.
    • Azir: Precisa de 13 invocações para subir de nível.
    • Vigilante das Dunas: as estatísticas foram alteradas para o lado defensivo.
    • Gotinha Dançante: perde sintonia.

Além de Azir e Irelia receberem enfraquecimentos diretos para seus requisitos de aumento de nível, suas cartas de suporte também foram alteradas. De todas essas mudanças, Gotinha Dançante perder Sintonia será o enfraquecimentos mais difícil devido à quantidade de mana de feitiço grátis que podia fornecer quando jogada várias vezes graças à palavra-chave.

Esta não é a primeira vez que Azir-Irelia foi enfraquecido, então há uma pequena chance de que ainda possa sobreviver e ser jogado, especialmente porque está recebendo um novo suporte intrigante em Ascensão do Submundo na forma de Dança Desafiadora e na reversão de Vontade de Ionia.

1) Trundle e Lissandra Controle (TLC)

  • Mudança notável:
    • Observador: Precisa convocar cinco aliados para reduzir seu custo a zero. A habilidade de ataque do observador agora oblitera todas as cartas de não campeão do baralho inimigo, exceto três.

A perda mais considerável que será sentida entre todas as opções de primeira linha é facilmente a condição de vitória de Lissandra, o Observador, recebendo um enfraquecimento tremendo. Embora o requisito de unidades de custo oito não sejam uma mudança dolorosa para o TLC por causa de quantos Observadores são duplicados e quantas cartas de custo oito gratuitas são convocadas, o poder do efeito Obliterar do Observador sendo reduzido permitirá que decks mais lentos encontrem um caminho de volta para o meta.

Agora que as listas de controle podem sobreviver a mais alguns turnos após um ataque do Observador sem a necessidade de embaralhar mais cartas em seu deck depois que o Observador ataca, há um pouco mais de espaço para contra-jogo contra o TLC.

Mesmo com o enfraquecimento da Obliteração do Observador, ainda há uma chance para Turbo Thralls (Lissandra e Shurima / Taliyah) darem a Lissandra uma chance de sucesso. Embora as unidades de custo oito extras necessários para tornar o Observador gratuito diminuam a velocidade desse deck, o objetivo principal e a condição de vitória é convocar vários Servo Praeglacius e subjugar seu oponente com muitas unidades 8/8.

Maiores vencedores

5) Decks Midrange (decks estilizados Jarvan / Shen e Sivir)

  • Mudanças notáveis:
    • Jarvan: Requer um atacante a menos sobrevivendo a um ataque dos bloqueadores inimigos para subir de nível.
    • Sivir: Requer cinco de dano a menos para subir de nível.

Tanto Jarvan quanto Sivir foram campeões que já estavam em uma posição sólida no meta. Jarvan obteve sucesso em Jarvan / Shen após receber fortalecimentos de estatísticas na atualização 2.5 e Sivir foi eficaz em LeBlanc / Sivir ou Shurima / Freljord Overpressed.

Agora que é mais fácil subir de nível, eles podem aumentar o aquecimento e dar a mais decks de midrange a chance de deixar uma marca no meta.

4) Aphelios

  • Mudança notável:
    • Aphelios: Revertido para ter três pontos de vida.

A história de Aphelios no LoR tem sido tumultuada. Depois de explodir em cena e moldar o meta em torno dele, a Arma dos Devotos recebeu um enfraquecimento em sua Vida e ainda foi capaz de dominar a cena competitiva. Uma vez que seus custos de Arma Lunari receberam enfraquecimentos e seu suporte também foi enfraquecido, Aphelios saiu do topo da lista, para nunca mais ser visto.

Mas agora que ele recebeu um de Vida extra, ele tem uma chance de lutar para se tornar competitivo mais uma vez. Embora o aumento do custo das Armas Lunari ainda prejudique sua viabilidade, precisando efetivamente gastar mais quatro de mana para subir de nível, ele agora pode sobreviver por mais tempo e ter mais facilidade para contestar o tabuleiro.

3) Taliyah

  • Mudança notável:
    • A habilidade de nível dois sempre atinge três vezes, independentemente de ter Monumento em campo.

Taliyah geralmente tem lutado desde que entrou no LoR. Enquanto ela viu jogo com Aphelios antes do Templo Velado receber enfraquecimentos, ela entrou na obscuridade após as mudanças, mesmo depois de receber fortalecimentos diretos. Hoje em dia, ela é relegada a alguns decks de Lissandra como uma forma de duplicar Servos Praeglacius.

Depois de um segundo fortalecimento consecutivo, Taliyah tem uma chance saudável de conquistar seu próprio lugar no meta. Uma desvantagem de Taliyah é que seu Monumento suporte era baseado em contagem regressiva, o que significa que sua habilidade de nível dois poderia ter seu poder diminuído.

Apesar de Taliyah estar com força total o tempo todo em sua forma nível dois ser um ótimo benefício para ela, os cinco Monumentos que precisam ser jogados para chegar lá ainda apresentam uma tremenda perda de tempo para atingir esse objetivo. 

2) Ionia

  • Mudanças notáveis:
    • Karma reverteu para custar cinco de mana.
    • Disciplinas Gêmeas custam um de mana a menos.
    • Vontade de Ionia: revertida para custar quatro de mana.
    • Jovem Bruxa: ganha uma Vida extra.

Embora Ionia tenha sido fortemente representada durante a última temporada (graças a um excesso de jogadores de Irelia e outros jogadores de Lee Sin), o resto da região tem lutado nos últimos meses. Depois de receber enfraquecimentos nos estágios iniciais do LoR, a região tornou-se mais fraca em geral. E com as adições constantes de regiões mais novas e poderosas, Ionia tinha diminuído a viabilidade geral.

Disciplinas Gêmeas custando um de mana a menos agora as tornam mais comparáveis ​​a outros truques de combate de mesmo custo. Agora que muitas de suas cartas estão recebendo fortalecimentos e reversões daqueles enfraquecimentos, Ionia pode florescer e entrar em um ponto mais saudável no meta.

Águas de Sentina

  • Mudanças notáveis:
    • Mercador Clandestino: Revertido para ter dois pontos de vida.
    • Chuva de Disparos: Revertido para custar dois de mana.
    • Miss Fortune: Soprepujar retorna à forma de nível dois.
    • Cassinobô: a habilidade agora é ativada no início da invocação e da rodada.

Como o vencedor final de todas as mudanças, Águas de Sentina recebeu muitas reversões como Ionia. Mas o valor das mudanças foi enorme. Águas de Sentina tem lutado pelos últimos metas, especialmente quando seu deck Twisted Fate / Fizz de alto nível foi enfraquecido.

A maior reversão é Chuva de Disparos retornando a dois de mana, permitindo que decks de Águas de Sentina mais lentos usem sua potente remoção em área, especialmente quando combinada com Barris de Pólvora.

Além da reversão de Chuva de Disparos, Miss Fortune ganhando Sobrepujar novamente dá a Patrulheiros e decks agressivos a chance de terminar jogos muito mais rapidamente se Miss Fortune subir de nível.

Também há fortalecimentos criativos para a região que podem não prejudicar o meta, mas mostram que a equipe de design de balanceamento está disposta a jogar mudanças na parede e ver o que vai acontecer. Com ajustes como Cassinobô ganhando um gatilho de estatística extra e Dois por Um custando um de mana a menos, cartas que nunca brilharam em um meta agora têm a chance de serem jogadas.


Você pode experimentar um novo deck em um meta totalmente novo quando LoR: Ascensão do Submundo for ao ar em 30 de junho.

Artigo publicado originalmente em inglês por Dylan Ladd no Dot Esports no dia 29 de junho.