Wukong no PBE de League: Ajustes para seu escudo passivo

O lançamento está próximo.

Imagem via Riot Games

Mais um dia, mais uma mudança em Wukong no PBE.

O designer de campeões da Riot, Nathan “Lutzburg” Lutz, atualizou os fãs sobre mais algumas mudanças em Wukong que chegaram ao ambiente público de teste do League of Legends (APT) hoje. Os ajustes visam o escudo passivo do Macaco Rei, além de fazer pequenos ajustes nos custos de mana.

A passiva retrabalhada de Wukong dá a ele um escudo igual a uma porcentagem de sua vida máxima sempre que entra em furtividade ou em um arbusto. Anteriormente, não era acionado se os inimigos tivessem visão do mato, os desenvolvedores da Riot agora estão testando ter o escudo sempre ativo.

A recarga do escudo da passiva agora será escalada com o nível. Ele será processado a cada 16/14/12 segundos nos níveis um, sete e 13, respectivamente.

O custo do Golpe Drestruidor (Q) está aumentando em cinco, enquanto o custo do Resplendor das Nuvens (E) diminui em cinco.

Essas mudanças de lado, o criador do campeão alega que a equipe de desenvolvimento “se sente muito bem” com as builds de assassino e bruiser que Wukong cria. Os desenvolvedores de League provavelmente estão demorando com o retrabalho do campeão para garantir que ele esteja equilibrado no meta atual.

O jogador do topo tem o potencial de virar uma partida a seu favor com sua ultimate, especialmente ao causar dano total. Mas números baixos também podem torná-lo irrelevante e fazer com que sofra dificuldades na rota.

Não há uma data definida para quando o retrabalho chegará aos servidores ativos, mas os comentários de Lutzburg de que VFX e animação estão “em andamento” são um bom presságio para os fãs de Wukong.

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 17 de janeiro.