Reginald admite erros da TSM e explica outros problemas depois de vazarem alterações no time

Ele disse que o time não estava à altura de seus padrões em relação à comunicação sobre Dardoch.

Foto via Riot Games

Ontem à noite, a comunidade de League of Legends entrou em polvorosa quando a presidenta da TSM, Leena Xu, acidentalmente vazou que “ninguém quer Dardoch” durante uma stream de Doublelift.

Em resposta, Andy “Reginald” Dinh, fundador e CEO da TSM, divulgou um depoimento onde reconhece as falhas do time e explica certos aspectos da situação aos fãs e críticos da organização.

TSM on Twitter

My Thoughts on Recent TSM Criticism Read: https://t.co/YGOfHBJihN

Reginald pediu desculpas pela forma com que a TSM gerenciou sua comunicação sobre a transferência de Dardoch. O vazamento foi um descuido e o dono do time disse que não estava à altura de seus padrões de tratamento de jogadores. Ele também confirmou que ele e Dardoch já conversaram “para garantir que ele esteja se sentindo bem com a situação e que tenha sorte em seus rumos” na próxima temporada.

“Meu objetivo sempre foi dar um bom exemplo a outras organizações de esports em termos de tratamento dos jogadores, balanceando interesses profissionais e justiça para com os jogadores”, disse Reginald. “Vamos refletir sobre nossos erros e fazer as mudanças necessárias para que isso não aconteça novamente.”

Relacionado: Presidenta da TSM admite que disse “ninguém quer Dardoch” em stream de Doublelift

Ele também falou sobre a relação entre Doublelift e Xu e disse que contratou o astro “sabendo muito bem que estava em um relacionamento” com a presidenta do time. A motivação era simples: Doublelift era o melhor candidato à vaga.

“Que fique claro, a maior responsabilidade de Leena no dia a dia é a expansão da TSM para vários títulos”, explicou Reginald. “Ela não tem poder de decisão no elenco da LCS, como jogadores ou salários. Ela trabalha com operações e conteúdo de League of Legends. Todas as decisões de elenco e orçamento são feitas pelo gerente geral Parth Naidu e por mim.”

Além disso, ele confirmou que a mudança de posição de Dardoch não era segredo entre jogadores e funcionários da TSM. Aliás, foi o próprio Parth, junto com os técnicos e os jogadores, que ajudou a tomar a decisão.

Mas Reginald não estava interessado apenas em explicar seu lado da história. Ele disse estar decepcionado com a comunidade do LoL e com a forma que as pessoas tentaram “diminuir o trabalho de Xu enquanto mulher nos esports” devido a seu erro recente. Ele também disse que os erros foram decepcionantes, mas não apagam todo o trabalho que ela já fez pelo time.

Artigo publicado originalmente em inglês por Tyler Esguerra no Dot Esports no dia 12 de maio.