Profissionais de League dizem que a fila solo é responsável pela regressão da NA no competitivo do LoL

Os profissionais não ficaram muito felizes com a qualidade das filas solo da NA nos últimos anos.

Foto via Riot Games

Nas últimas temporadas, muitas pessoas adquiriram a opinião de que a cena do League of Legends da América do Norte é a mais fraca de todos os tempos.

Um punhado de jogadores profissionais, como Jung “Impact” Eon-yeong, Lee “IgNar” Dong-geun e Nickolas “Hakuho” Surgent, concordaram com essa afirmação, apontando a fila solo como uma questão enorme e persistente para o crescimento e a melhoria da região.

Foto via Riot Games

“Sim, eu diria que a NA está em um ponto bastante fraco no momento. Eu acho que muito deriva de uma fila solo ruim, porque as pessoas não querem jogar. Por não quererem jogar, isso torna os amistosos ainda piores”, disse Hakuho à Dot Esports. “É apenas o efeito bola de neve das pessoas que não estão realmente praticando o necessário para jogar o jogo em um nível profissional”.

Hakuho também apontou que a NA tinha a menor quantidade de jogadores classificados e que não havia pessoas suficientes jogando League em alto nível na região. Isso volta ao problema da baixa base de jogadores que tem assolado essa região nos últimos anos.

29 MINS ATRÁS LEAGUE OF LEGENDS

Vários profissionais da Liga dizem que a fila individual é responsável pela regressão de NA como uma região competitiva do LoL

Os profissionais não ficaram muito felizes com a qualidade das filas solo de NA nos últimos anos.

Tyler Esguerra

49518276338_43a87e129d_k

Foto via Riot Games

Nas últimas temporadas, muitas pessoas conquistaram a opinião de que a cena do League of Legends da América do Norte é a mais fraca de todos os tempos.Denunciar anúncio

Um punhado de jogadores profissionais – como Jung “Impact” Eon-yeong, Lee “IgNar” Dong-geun e Nickolas “Hakuho” Surgent – concordaram com essa afirmação, apontando a fila solo como uma questão enorme e persistente para o crescimento e a melhoria da região.00:0000:00

alimentado por faixa

Desenvolvido por Minute Media 

Foto via Riot Games

“Sim, eu diria que NA está em um ponto bastante fraco no momento. Eu acho que muito deriva de uma fila solo ruim, porque as pessoas não querem tocar. Por não quererem tocar, isso torna os scrims ainda piores ”, disse Hakuho à Dot Esports. “É apenas o efeito bola de neve das pessoas que não estão realmente praticando o necessário para jogar o jogo em um nível superior”.

Hakuho também apontou que NA tinha a menor quantidade de jogadores classificados e que não havia pessoas suficientes jogando a Liga em alto nível na região. Isso volta ao problema da baixa base de jogadores que assola esta região nos últimos anos.Denunciar anúncio

Foto via Riot Games

“Ainda estou pensando que a fila solo é realmente um grande problema. Ainda são 60 de ping e ninguém joga muito”, disse Impact em entrevista à Dot Esports. “Espero que a NA e a Riot possam mudar algo para que as pessoas possam ter mais impulso para jogar e ter mais competição para jogar ranqueadas”.

Impact também disse que conseguir o primeiro lugar na América do Norte não parece mais o mesmo, em comparação com quando ele estava com a Team Impulse em 2015. Naquela época, parecia mais uma conquista, mas com os problemas de lag constantes e os jogadores de elo alto em baixa as ranqueadas não tem o mesmo efeito.

Foto via Riot Games

Como veterano que jogou na LCK, LEC e LCS, IgNar disse que a Europa simplesmente tem mais talento disponível para o desenvolvimento da região, em comparação com a NA. Ele também disse que a qualidade da fila solo da UE era muito melhor que NA, e que os amadores ainda estavam acompanhando os profissionais em termos de mecânica entre os tiers ranqueados.

No momento, não há muitas equipes em que os fãs possam confiar, exceto a Cloud9, que assumiu o campeonato sem derrotas. Os problemas com os quais a NA se depara só podem ser resolvidos com a fundação da região, mas esse é uma batalha totalmente diferente que pode levar muitos anos para ser vencida.

No entanto, muitas pessoas concordam que a Riot deve começar a tomar medidas agora se quiser tornar-se competitiva com o resto do mundo novamente.

Artigo publicado originalmente em inglês por Tyler Esguerra no Dot Esports no dia 01 de março.