Kennen salva os Kinkou e “guarda” sua história na última história do League

"Um dia, todos vocês vão morrer. Mas eu guardarei sua história."

Imagem via Riot Games

A Riot Games lançou hoje o mais recente conto de League of Legends de Joey Yu.

Entre a Luz e a Sombra” segue Kennen enquanto ele tenta livrar um templo Kinkou de um “espírito maligno desconhecido”.

Imagem via Riot Games

A história começa com o veloz relâmpago que atravessa colinas, penhascos e planícies para salvar a vida de seus “irmãos e irmãs Kinkou”. Os acólitos de Raishai eram os Kinkou mais fiéis, seguindo a ordem de não se envolverem na guerra quando Noxus invadiu Ionia.

Para honrar sua lealdade, Kennen “deve salvá-los”.

Quando o Coração da Tempestade zarpou em uma balsa para levá-lo à costa de Zhyun, ele se lembrou de quando se juntou aos Kinkou, séculos atrás. Durante uma conversa com o primeiro Grande Mestre, Tagaciiry, Kennen admitiu o que ele mais admirava nos humanos.

“Suas histórias”, disse ele. ‘São tantas. As vidas de vocês são tão curtas, mas as histórias guardam o que vocês mais amam. É por isso que vocês são mais aptos a proteger os reinos do que qualquer imortal. ‘”

Como o único yordle da ordem, Kennen prometeu guardar a história dos Kinkou, pois os espíritos místicos não envelhecem da mesma maneira que os humanos.

Quando Kennen chegou ao templo de Raishai, seu pior medo foi confirmado. Não foi o templo Kinkou que foi corrompido, e sim os seus acólitos. Os espíritos malignos estavam se alimentando da angústia deles. Apêndices escuros vindos do reino espiritual atacavam os Kinkou. Em breve, eles consumiriam os acólitos e causariam grandes estragos em Raishai.

Os acólitos de Raishai ficaram irritados com as palavras de Kennen. Como o Kinkou mais leal e fiel pode ser corrupto?

A única maneira de curar os acólitos seria deixando Kinkou. Dessa forma, suas emoções sombrias não os destruiriam.

Mas um punhado de acólitos ficou irritado com as palavras de Kennen, desafiando-o com suas lâminas. O Yordle se viu forçado, derrubando seus atacantes com sua poderosa eletricidade. O resto dos acólitos não sabia o que fazer.

“Às vezes, é preciso mentir para contar uma história.”, lembrou Kennen.

Então ele disse aos acólitos para irem em paz que ele contaria a história deles. Todo mundo saberia que eles lutaram muito e com honra. O vapor escuro ao redor dos acólitos começou a desaparecer quando reuniram seus feridos e seguiram em frente, livres para encontrar um novo propósito.

“Um dia, todos vocês vão morrer”, pensou o yordle com tristeza. “Mas eu guardarei a sua história.”

Artigo publicado originalmente em inglês por Andreas Stavropoulos no Dot Esports no dia 29 de abril.