Fontes afirmam que SwordArt deixará a TSM, um ano depois de assinar contrato milionário

Depois de se tornar o jogador mais bem-pago da LCS, SwordArt vai dispensar metade de seu contrato milionário.

Foto de Tina Jo/Riot Games via ESPAT

SwordArt, finalista do Mundial 2020, vai sair da TSM um ano depois de assinar um contrato de US$ 6 milhões por dois anos com o time, segundo fontes próximas ao Dot Esports. 

SwordArt, suporte da TSM nesta temporada, se tornou o jogador mais bem-pago da LCS ao assinar um contrato que, a própria TSM confirmou ao Washington Post, garantia uma média de US$3 milhões (mais de R$15 milhões) por ano. No entanto, seu tempo na TSM não correu como esperado. O time não venceu o Mid-Season Showdown 2021 nem o Summer Split, e acabou nem se classificando para o Campeonato Mundial 2021.

Antes de entrar para a TSM, SwordArt competiu pela Suning, da LPL. No Campeonato Mundial 2020, a Suning chegou à final depois de derrotar a TOP Esports, também da LPL, na semifinal. A Suning acabou perdendo para a sul-coreana DAMWON Gaming na final, a primeira vitória um time sul-coreano no Campeonato Mundial desde 2017.

SwordArt também é o segundo grande nome a sair da TSM ao fim desta temporada. A equipe já anunciou que Bjergsen, jogador da rota do meio e técnico do time na temporada 2021, não fará mais parte da organização após oito anos.

Com Bjergsen e SwordArt saindo, a TSM vai precisar se reconstruir para a próxima temporada. O período de contratações começa em 15 de novembro nos EUA.

A TSM não respondeu o contato e não comentou o assunto.

Artigo publicado originalmente em inglês por Pablo Suárez no Dot Esports no dia 28 de outubro.