Faker recebeu cheque em branco de uma equipe da LCS

Entretanto, vai permanecer na Coréia.

Foto via Powder

Um dos melhores jogadores da rota meio da história do League of Legends, Lee “Faker” Sang-hyeok teve a opção de se mudar para Los Angeles e competir na região norte-americana este ano pelo preço que quisesse, mas o jogador estrela recusou a oferta.

Enquanto participava do programa de entrevistas coreano Radio Star, Faker revelou que lhe foi oferecido um cheque em branco de uma organização norte-americana, o que significa que ele decidiria quanto dinheiro ganharia trabalhando para eles. Ao pedirem para Faker confirmar sobre o cheque em branco, ele respondeu “Eu não vi o contrato, mas acho que sim”.

Considerando que Faker é sem dúvida o melhor jogador de esports da década e uma das figuras mais populares em jogos competitivos, é fácil ver o raciocínio por trás da oferta. Uma mudança para a América do Norte não teria precedentes para Faker; seria a primeira vez que jogaria em uma organização fora da Coréia.

O ex-contrato de Faker com a T1 terminou em 2019, deixando muitos fãs se perguntando onde o jogador terminaria na próxima temporada. Mas Faker logo re-assinou com a T1 por mais dois anos em novembro.

Faker disse que decidiu não fazer a mudança, porque não queria decepcionar os fãs coreanos e seria mais fácil para ele ficar na Coréia. Considerando a importância de Faker, ele provavelmente ficará com a T1 no futuro próximo.

Artigo publicado originalmente em inglês por George Geddes no Dot Esports no dia 04 de janeiro.