Chefe da Riot Music discute o papel da trilha sonora de Arcane na série do LoL na Netflix

Mergulhe no mundo de Runeterra com a trilha sonora de Arcane

Imagem via Riot Games

Arcane transportará os fãs de League of Legends diretamente para Runeterra com sua trilha sonora.

Arcane é a série de animação oficial do LoL que chegou exclusivamente ao Netflix em 6 de novembro. A série vai narrar a história de duas irmãs que os fãs certamente reconhecerão: Jinx e Vi. 

A série da Netflix será lançada em três atos, cada um composto por três episódios em um período de três semanas, com o episódio final indo ao ar em 20 de novembro. A série é o produto de uma colaboração entre a Riot Games e a Fortiche Productions, que produziu a animação para a série, enquanto a realização da trilha sonora foi confiada à equipe de música da Riot.

A Riot Music oferece aos fãs do LoL um ótimo conteúdo desde que seu primeiro videoclipe foi lançado em 2013. “Foi quando começamos a explorar a música, a narração de histórias, os videoclipes, bem como nossos hinos para a cerimônia de abertura dos e-sports”, Toa Dunn, chefe da Riot Music, disse ao Dot Esports. “Foi uma grande jornada para nós chegarmos aqui, mas agora onde estamos… nós realmente meio que aumentamos nossa equipe musical, temos alguns compositores e produtores talentosos, e isso nos permite inclinar-nos para ativações criativas muito legais.”

A primeira série do LoL vai mergulhar mais fundo nas histórias que se originam de alguns dos lugares mais conhecidos de Runeterra, bem como de alguns dos campeões da região. Os fãs e até mesmo as equipes da Riot “estão conhecendo este mundo”, mas Arcane os transportará para as ruas de duas cidades conhecidas, Zaun e Piltover, pela primeira vez.

“Como é o som [Zaun]? Como são as ruas de Zaun? E o mesmo vale para Piltover”, disse Dunn, falando sobre o desafio “divertido” que a Riot enfrentou ao criar a trilha sonora de Arcane. “À medida que entramos na música, queremos emular as emoções. Queremos que as pessoas sintam que estão lá. Nosso pessoal trabalham muito para descobrir isso, mas estamos tão imersos nesse som por tanto tempo e é tão natural para nós.”

A equipe de música da Riot teve a tarefa de descobrir como é o mundo que a desenvolvedora criou há mais de uma década. Isso pode ser emocionante e assustador, mas de acordo com Dunn, a equipe de música se divertiu “muito” descobrindo os sons que habitam Piltover e Zaun.  

Assim como as duas personagens principais de Arcane, Jinx e Vi, as duas cidades apresentadas na série são drasticamente diferentes uma da outra. Piltover é o centro cultural de Valoran, uma cidade próspera e progressista onde “fortunas podem ser feitas e sonhos podem ser vividos”, de acordo com a história oficial no site League Universe. Logo abaixo da rica e avançada Cidade do Progresso, está a Cidade Baixa: Zaun. Como a escuridão criada pela cidade deslumbrante acima, Zaun é uma cidade poluída e perigosa cheia de experimentos imprudentes e criminosos implacáveis. Mas mesmo em Zaun, “as pessoas encontram uma maneira de existir e prosperar”, de acordo com o site League Universe.

“Quais são os tipos de instrumentos que eles usariam lá, onde é o tipo de cidade subterrânea, onde há lixo e coisas espalhadas por aí? Como eles se tornam criativos para encontrar as coisas que se tornam seus instrumentos?” Dunn disse. “Em algo como Piltover, onde provavelmente há muita ciência, tudo se junta e eles criam instrumentos realmente complexos. Mas Zaun provavelmente não tem acesso a isso e, por algum motivo, as coisas são jogadas no lixo. Eles fazem outra coisa com isso. Acho que nosso pessoal se divertiu muito descobrindo os sons únicos do nosso mundo.”

Ao contrário de lugares e cidades em Runeterra, a maioria dos campeões do LoL já tem seu próprio som ou tema único. Quando um campeão do LoL é lançado, ele é apresentado aos fãs junto com seu próprio tema musical, que é apresentado na tela de login. Mas essa prática começou anos após o lançamento do LoL, então alguns dos primeiros campeões lançados não têm seu próprio tema musical. A equipe musical da Riot revisitará esses campeões sem temas musicais se tiver a chance, no entanto, de acordo com Dunn.

Os protagonistas de Arcane, Jinx e Vi, têm seus próprios temas musicais, mais precisamente suas próprias canções. Mas a faixa da Defensora de Piltover foi lançada três anos depois do campeão e pode ser menos conhecida do que a de sua irmã. Na verdade, “Get Jinxed” foi o primeiro videoclipe lançado pela Riot e teve um sucesso extraordinário graças à natureza imprudente e um tanto criminosa de sua protagonista. Oito anos após sua publicação, “Get Jinxed” tem mais de 100 milhões de visualizações no YouTube. 

Mas os fãs do LoL não vão ouvir a música em Arcane. “Então, a música ‘Get Jinxed’ não está em Arcane, infelizmente”, disse Dunn. “Mas os fãs que estão por aí há um tempo provavelmente verão algumas das coisas que veem sobre Jinx no vídeo. Eu acho que para mim, é um sinal muito legal para nós [para o videoclipe].”

Embora os temas anteriores não sejam apresentados em Arcane, os fãs do LoL podem esperar ouvir novas músicas da série. Haverá “grandes canções” para cada episódio, de acordo com Dunn. Essas novas canções enfatizarão os “momentos-chave” da série e, junto com a trilha sonora, ajudarão os fãs a entender melhor o mundo de Arcane

“[Em Arcane ] você tem uma trilha sonora, mas também tem uma música realmente boa que visa amplificar o que quer que esteja acontecendo naquele momento para aquele episódio,” Dunn disse. “Recebemos uma espécie de inclinação para a música para nos ajudar a sentir e o que está acontecendo, e acho que isso é único para nós”.

Haverá um total de 11 novas canções lançadas em conjunto com as três partes em que Arcane está dividido. A trilha sonora original contará com uma variedade de artistas, alguns já conhecidos dos fãs do LoL, como Imagine Dragons, Mako, e a mais recente adição à família de músicos do LoL, PVRIS. 

Como disse Dunn, cada música terá a tarefa de amplificar o que está acontecendo na tela. Só com isso, os fãs do LoL podem adivinhar os tópicos dos episódios. No primeiro lote de episódios, ouviremos “Playground”, “Our Love” e “Goodbye”. Cada música acompanhará um momento crucial no desenvolvimento da série, e com base nesses títulos, você pode querer ter alguns lenços de papel por perto para enxugar as lágrimas. 

Os fãs não vão querer perder uma única batida do que será um dos maiores lançamentos de músicas da Riot para um único projeto. O único outro produto da Riot Music que apresentou tantas músicas quanto Arcane é o terceiro álbum do Pentakill, que foi publicado em setembro e apresenta 10 músicas originais mais a versão acústica de “Lightbringer”, originalmente lançada em 2014. 

Entre todas essas músicas para a trilha sonora de Arcane, a Riot identificou uma como a faixa-título da série. “Enemy”, apresentada no episódio cinco da série e interpretada por Imagine Dragons e JID, será a música que dará o tom para todo o show. 

Imagem via Riot Games

Junto com essa trilha sonora, Arcane também tem uma trilha orquestral que o acompanha. A cada três episódios, a Riot lançará um volume contendo mais de 10 seleções orquestrais dos episódios.

Os fãs do LoL têm todos os motivos para esperar uma ótima trilha sonora para Arcane. Como Dunn disse, “música é mais do que você ouve; pode gerar empolgação”, e há muita empolgação em torno do lançamento da série animada oficial do LoL.

O primeiro ato de Arcane estreou na Netflix em 6 de novembro.


Certifique-se de nos seguir no  YouTube  para mais notícias e análises sobre esportes.

 Artigo publicado originalmente em inglês por Cecilia Ciocchetti no Dot Esports no dia 26 de outubro.