As mudanças na pré-temporada de 2021 do LoL foram boas ou ruins para o jogo?

A Riot atingiu seu objetivo com a pré-temporada deste ano.

Imagem via Riot Games

Já se passaram várias semanas desde que a pré-temporada começou em League of Legends.

Como todos os anos, a pré-temporada oferece uma grande atualização que envolve muitas mudanças para o LoL. E este ano, a atualização foi focada em alterar os itens do jogo e fazer algo completamente diferente do que os fãs estão acostumados a ver, dando aos jogadores um grande número de construções diferentes para cada campeão. Muitos itens que estavam anteriormente no jogo foram eliminados, alterados ou simplesmente tiveram sua categoria alterada para se tornarem parte do novo grupo de itens míticos. 

Além dos itens reformulados, houve outras mudanças relevantes, como a nova interface da loja, os novos ícones para itens e mudanças importantes nas filas ranqueadas, como a eliminação da fila duo na classificação Mestre e acima.

É normal que com as principais atualizações, muitos aspectos do jogo fossem polidos até agora durante a pré-temporada. Essas mudanças de balanceamento foram focadas nos novos itens e em como alguns campeões (como Amumu com a Égide de Fogo Solar, que foi capaz de solar o Barão aos 20 minutos) interagiram com eles.

Agora que tivemos tempo de testar exaustivamente as mudanças, aqui está o que pensamos sobre as decisões que a Riot tomou na última pré-temporada do LoL.

Os itens foram o curso principal claro da pré-temporada deste ano. Trinta e três por cento do total de itens no jogo foram mantidos em comparação com a temporada 10. Outros 33% receberam alterações em suas estatísticas, ativas ou passivas, enquanto os 33% restantes foram completamente removidos ou substituídos por novos itens.

Não há dúvida de que mudar todos os itens no jogo é algo que afeta todas as funções e campeões, e alguns sofreram mais do que outros.

Nova categoria mítica

Além das mudanças nos próprios itens, há também uma nova categoria de itens: itens míticos. Esses itens são mais fortes do que itens lendários (geralmente), têm atributos ativos e passivos exclusivos e você só pode ter um deles em seu inventário.

Esses itens também alcançaram seu objetivo de dar uma camada extra de profundidade ao jogo e contribuir com algo novo e fresco que se destaca de tudo o que vimos anteriormente no MOBA da Riot.

Como os novos itens afetam cada campeão e função

No caso dos magos, os novos itens foram um sucesso. Esse tipo de campeão sempre teve uma variedade pobre de itens viáveis. Mas isso mudou completamente com itens como Foco do Horizonte, que oferece atributos que nunca foram vistos em magos.

A letalidade foi muito melhorada graças ao novo Draktharr ou Eclipse. Assim, assassinos e ADCs letais como Jhin ou Draven são agora mais fortes. Mas os atiradores de ataque crítico não tiveram a mesma sorte e são um dos maiores perdedores com a introdução desses novos itens.

Dentro da categoria de suporte, o balanço também é positivo. Os suportes magos foram melhorados principalmente graças ao Mandato Imperial, que marca um inimigo por quatro segundos e o dano do campeão aliado o detona, causando dano adicional e dando ao usuário e seus aliados 20% de bônus de velocidade de movimento. Enquanto isso, os criados de jogadas e os tanques estão em um estado semelhante ao de antes das mudanças da pré-temporada. Campeões como Leona e Nautilus ainda são boas opções na função de suporte.

Tanques e lutadores alcançaram algo semelhante aos magos: uma maior variedade e otimizações ao fazer builds competitivas.

Em geral, os itens serviram ao propósito de adicionar mais variedade ao jogo e renovar a experiência de jogo. Mas a Riot ainda tem algum trabalho pela frente para tornar o jogo todo equilibrado. O desenvolvedor também precisa se certificar de que todos os campeões e funções sejam afetados positivamente por essas mudanças, algo que não foi completamente alcançado até agora.

Nova interface de loja

Este é o novo aspecto da interface da loja. | Imagem via Riot Games

A nova interface para a loja do LoL é um dos melhores elogios aos novos itens. Embora esse redesenho inicialmente tenha causado um pouco de polêmica devido à falta de alguns recursos, ele foi aprimorado ao longo da pré-temporada. Recursos como a possibilidade de manter o menu de botas ou poções aberto tornaram a loja um pouco melhor.

Um dos principais objetivos da Riot com este redesenho era tornar a loja muito mais intuitiva para todos os tipos de jogadores, sejam eles novos ou experientes. Alguns outros recursos, como os itens recomendados, foram tremendamente aprimorados, já que podem ser vistos com mais facilidade e são muito mais precisos e adaptados ao meta no momento.

Embora o balanço geral das mudanças da loja seja positivo, ainda existem pequenos recursos que a Riot pode melhorar e tornar ainda mais intuitivos. Em termos de velocidade de compra de itens, por exemplo, a principal prioridade para jogadores mais experientes é passar o mínimo de tempo possível dentro da loja e da base.

Novos ícones de item

As mudanças nos itens e na loja foram acompanhadas por uma renovação dos ícones dos itens. | Imagem via Riot Games

Os ícones dos itens na nova interface da loja foram uma das mudanças mais polêmicas na atualização de pré-temporada deste ano.

Mas, assim como com a interface da loja, a Riot se esforçou para ouvir as críticas da comunidade. A empresa melhorou substancialmente os ícones para torná-los mais cromicamente diversos e mais fáceis de distinguir uns dos outros.

Removendo fila duo no Mestre e acima

Nem todas as mudanças na pré-temporada foram focadas em itens. A Riot fez alguns ajustes importantes nas filas ranqueadas. | Imagem via Riot Games.

Porém, nem todas as mudanças nesta pré-temporada foram relacionadas a itens. Houve algumas modificações importantes que afetaram as partidas ranqueadas. A primeira é a eliminação da fila duo no Mestre e acima, algo que gerou opiniões mistas entre jogadores profissionais e jogadores de Elo superiores.

A opinião geral entre os profissionais é que essa mudança é negativa, pois eles não podem treinar normalmente com seus companheiros de equipe ou criar sinergia com eles. Além disso, essa mudança é especialmente ruim para jogadores na rota inferior, pois é a rota que requer mais sinergia no cenário competitivo.

Por outro lado, jogadores que só jogam fila solo acreditam que essa mudança é boa porque eles não terão que lidar com “abusadores de duo”. Eles acham que, por meio dessa medida, você pode ver o quão bom um jogador de fila solo é.

Essa mudança provavelmente causará mais polêmica quando a 11ª temporada começar e as pessoas voltarem a levar a sério a fila solo. A comunidade só será capaz de tirar conclusões reais sobre as ramificações dessas mudanças de classificação quando a próxima temporada começar.

Removendo jogos de promoção entre divisões

Uma das mudanças mais relevantes que o sistema de ranqueadas passará para a 11ª temporada é a eliminação dos jogos de promoção entre as divisões, mantendo-os apenas quando um tier é alterado (por exemplo, de Ouro para Platina). Esta é uma medida que tem sido bem recebida pela grande maioria dos jogadores, já que este sistema pode até ser frustrante em alguns casos. Agora, o sistema de progressão nas filas ranqueadas do LoL será mais semelhante ao que já é usado em Teamfight Tactics.

É difícil medir se isso é positivo ou negativo para o jogo, já que a temporada ainda não começou, mas tudo indica que a Riot tomou uma grande decisão nesse sentido para melhorar a experiência competitiva do LoL.


No geral, a maioria das mudanças da pré-temporada foram positivas para a base de jogadores do LoL. A Riot conseguiu dar ao LoL mais variedade e renovar tudo o que tem a ver com a seção de itens, incluindo seus ícones e a loja. Além disso, mudanças ranqueadas, como a eliminação de jogos promocionais, têm se mostrado um sucesso até agora, se levarmos em consideração a recepção da comunidade.

A Riot também conseguiu corrigir alguns erros que as primeiras atualizações da pré-temporada apresentavam, melhorando consideravelmente a experiência dos jogadores. Embora ainda haja novos recursos para melhorar, parece que a pré-temporada de 2021 foi um sucesso.


Siga-nos no  YouTube  para mais notícias e análises de e-sports.

Artigo publicado originalmente em inglês por Pablo Suárez no Dot Esports no dia 07 de janeiro.