Aqui estão as primeiras prévias das novas habilidades de Pantheon

O mais antigo gladiador do LoL recebe uma camada de tinta fresca na nova atualização da Riot.

Imagem via Riot Games

Com a atualização completa de Pantheon chegando ao PBE, o servidor de testes de League of Legends, muito em breve, a Riot Games deu aos fãs a primeira prévia do novo semideus do jogo e revelou algumas informações sobre o conjunto de habilidades atualizado.

Além de uma melhoria na história de origem e no visual, Pantheon agora tem um novo título, a Lança Indestrutível. O vídeo também contém várias novas artes do guerreiro de Targon.

Com base em pedaços do vídeo, Pantheon parece ter uma passiva em cinco partes, como a de Annie e Jhin. Quando ele atingir o máximo de acúmulos (provavelmente atacando campeões e/ou tropas inimigas), todas as habilidades mudam de um ícone dourado para um vermelho profundo, indicando que há poder extra nelas. Os acúmulos são consumidos na próxima conjuração e serão carregados outra vez. Não se sabe ainda como essa habilidade será chamada, nem se a imunidade a ataques básicos de Proteção de Égide vão continuar, mas a nova passiva já parece bem forte. 

O Q de Pantheon é a Lança Cometa, que funciona de forma relativamente similar ao Q de Pyke, Espeto de Osso, sem a parte de puxar. Pantheon atira uma lança, de forma bem parecida com seu Q anterior, Atirar Lança, exceto pelo fato de agora ser uma habilidade conjurada em área, não clicando no alvo. Isso deve ajudar a reduzir a natureza linear do jogo de Pantheon e começar a injetar um pouco mais de habilidade no campeão. Quando estiver com a passiva carregada, a Lança Cometa provavelmente causará mais dano (como acerto crítico, para parecer com suas habilidades antigas), mas também poderia facilmente fazer outra coisa.

A segunda habilidade de Pantheon, e última que está sem nome, é o W, que também parece visualmente com o W antigo, Égide de Zeonia. Mas, ao pousar depois de pular até um inimigo, ele os atinge também com sua lança. Com a passiva carregada, o W de Pantheon acerta três vezes depois de pousar e também atordoa e enraiza. A duração do enraizamento continua depois do atordoamento, então haverá um breve período em que o inimigo não pode fazer nada. Mas também há a oportunidade de revidar enquanto Pantheon está indo em direção a ele.

Aegis Assault, algo como Assalto de Égide, é o novo E de Pantheon, e parece funcionar de forma similar ao antigo E, Ataque Busca-Coração. Um cone de lâminas parte de Pantheon e causa dano, mas, assim como no W de Ornn, Fôlego do Fole, uma explosão extra de dano sai de Pantheon depois de a habilidade principal terminar. A combinação parece relativamente fácil e lembra muito o antigo Pantheon. Ele usa o W para chegar ao alcance certo e causar um pouco de dano, mas também deixa o pobre oponente pronto para uma nova rajada de dano do E.

Para quem se transformou rapidamente em uma versão barata da ultimate de Galio, Grande Estocada Aérea recebeu uma melhoria estelar. Agora ela é chamada Grand Starfall, ou Grande Estocada Estelar, e o jogador de Pantheon escolhe um ponto final para o qual a Lança Indestrutível agora se arrasta pelo chão, causando dano aos inimigos no caminho. Como foi mencionado pelo designer de jogabilidade Bryan “Axes” Salvatore, isso deve dar aos jogadores habilidosos de Pantheon uma nova maneira de mostrar suas habilidades, e será mais eficaz nas lutas. É uma habilidade bem mais chamativa que a que ele tinha antes, e parece muito divertido pousar quando você voa como um cometa para destruir os inimigos.

A Riot deve anunciar o conjunto completo de habilidades de Pantheon em breve, junto com outras mudanças de balanceamento para as próximas atualizações.

Artigo publicado originalmente por Tyler Esguerra em inglês no Dot Esports no dia 29 de julho.