Apple vai encerrar todas as contas de desenvolvedores da Epic Games após briga envolvendo Fortnite | Dot Esports Brasil

Apple vai encerrar todas as contas de desenvolvedores da Epic Games após briga envolvendo Fortnite

E a guerra continua.

Imagem via Epic Games

E as duas gigantes continuam brigando. Agora, a Apple resolveu cancelar o acesso dos funcionários da Epic Games a suas ferramentas de desenvolvedor.

A Epic, desenvolvedora de Fortnite, divulgou um depoimento sobre a última medida da Apple. A Apple informou a Epic que seus funcionários não poderiam mais usar as ferramentas de desenvolvedor tanto para iOS quanto para Mac. Essas ferramentas são parte essencial das fases de testes e correções de erros de qualquer design e desenvolvimento de aplicativo.

A Epic revidou com uma convocação a tribunal pouco depois. O documento de 197 páginas, que é em parte uma ordem de restrição temporária, pede que as ações da Apple sejam bloqueadas. O primeiro argumento exposto pela Epic sugere que ela pode sofrer perdas e danos irreparáveis caso não haja intervenção.

O que a Epic argumenta é que ela precisa de acesso às ferramentas de desenvolvedor para atualizar o jogo. “Primeiramente, sem a versão mais recente de Fortnite, os usuários de iOS acabarão ficando obsoletos em algumas semanas; eles não vão mais poder jogar Fortnite com a maior parte dos outros jogadores”, diz o documento.

A Epic também diz que não ter acesso às ferramentas de desenvolvedor também prejudica o desenvolvimento da Unreal Engine, que é considerada a “plataforma de criação 3D em tempo-real mais poderosa”, segundo a Epic.

A briga começou em 13 de agosto, depois que a Epic anunciou que implementaria uma nova forma de pagamento, permitindo que a moeda do jogo fosse comprada diretamente através da Epic, não mais apenas através da Apple, com preços mais baixos. A resposta da Apple foi retirar Fortnite de sua App Store pouco depois.

É evidente que o problema já não é mais Fortnite. O que começou como uma mudança aparentemente pequena a um jogo se transformou em uma das maiores batalhas jurídicas de duas gigantes. Parece que o caso está longe de acabar.

Artigo publicado originalmente em inglês por George Geddes no Dot Esports no dia 17 de agosto.