Contrato de Tfue com a FaZe é liberado

Finalmente temos o contrato que começou tudo.

Foto via Tfue

Dias depois do início de uma batalha legal entre FaZe Clan e seu jogador de Fortnite Turner “Tfue” Tenney, o The Blast divulgou uma cópia do contrato original entre as duas partes.

A primeira notícia que se teve do processo foi em 20 de maio depois de um relato no The Hollywood Reporter. O processo alegava que a FaZe tinha direito a até 80% dos rendimentos de parcerias de Tfue com marcas e estava proibindo Tfue de assinar outras possíveis parcerias, limitando “a possibilidade de Tenney competir no mercado” e violando as leis trabalhistas do estado da Califórnia.

O contrato original entre Tfue e FaZe, chamado "Acordo de Jogador" (“Gamer Agreement”) foi assinado em 27 de abril de 2018 e lista o acordo entre Tfue e FaZe, identificados como “Jogador” e “Empresa”, respectivamente.

As partes mais importantes do contrato em relação ao processo estão listadas abaixo:

Compensação

Segundo o contrato, a FaZe deve pagar a Tfue 2.000 dólares por mês e coleta partes da renda do jogador da seguinte forma:

Rendas em torneios

  • Rendas em torneios devem ser divididas (após pagar o técnico do time) em 80% para o Jogador e 20% para a Empresa.

Acordos com marcas

  • Qualquer parceria com marcas que o Jogador fizer e for trazida à Empresa pelo Jogador será dividida igualmente entre as duas partes, 50% do lucro irá para o Jogador e 50% para a Empresa.
  • Parcerias com marcas trazidas ao Jogador pela Empresa serão divididas em 80% do lucro para a Empresa e 20% para o Jogador.

Exclusividade

O contrato diz que o Jogador não poderá:

  • “aparecer em, patrocinar ou ser partrocinado por, ou promover, direta ou indiretamente, nenhuma marca, produto ou serviço aprovado por escrito pela Empresa”
  • “promover, patrocinar, apoiar (usando seu próprio nome e aparência ou não) ou prestar serviços para ou em nome de qualquer empresa que tenha um produto ou serviço concorrente de um produto ou serviço da Empresa ou um patrocinador da Empresa”

Artigo publicado originalmente por Rachel Samples em inglês no Dot Esports no dia 23 de maio.