Trk diz que ainda não tem “nada definido” sobre futuro com a MIBR

Por enquanto, trk vai voltar ao Brasil para ficar com sua família e amigos.

Foto via StarLadder

Alencar “trk” Rossato, jogador de CS:GO da MIBR, falou hoje pela primeira vez sobre seu futuro. O time passará por uma série de mudanças depois de deixar a desejar no bootcamp da organização, na Sérvia.

O jogador de 25 anos entrou para a MIBR em maio, substituindo Ignacio “meyern” Meyer. Trk admitiu que seu futuro com a MIBR, no momento, é incerto. “Indo para o Brasil em algumas horas”, disse trk no Instagram. “[V]ou sentir saudades desse bootcamp, não queria e não concordei com tudo o que rolou mas infelizmente foi assim que aconteceu.”

Trk vai passar um tempo com sua família e amigos e prometeu manter os fãs atualizados no futuro. Desde domingo, 13 de setembro, a equipe atual da MIBR é composta apenas de dois jogadores, trk e Vito “kNgV-” Giuseppe. A organização demitiu fer, TACO e o técnico Ricardo “dead” Sinigaglia. Depois do depoimento da MIBR, TACO disse no Twitter que a decisão havia sido tomada inteiramente pela organização.

KNgV- foi o primeiro a reclamar da decisão da MIBR no Twitter. Depois dele, foi a vez de FalleN, que optou por sair porque não estava satisfeito com as decisões da organização.

A equipe estava em um bootcamp na Sérvia desde julho para se preparar para a ESL One Cologne Europe, que aconteceu em agosto, e foi eliminada depois de perder suas duas primeiras partidas, contra a G2 e a FaZe. Depois, a MIBR participou de alguns torneios e venceu apenas 4 entre 12 séries, segundo o HLTV.

A marca faz parte da Immortals Gaming Club. A Immortals não se pronunciou depois da saída de FalleN.

Artigo publicado originalmente em inglês por Leonardo Biazzi no Dot Esports no dia 15 de setembro.