Todas as novas zonas chegando ao WoW: Dragonflight

Uma nova região de Azeroth foi revelada.

Imagem via Blizzard Entertainment

A próxima expansão de World of Warcraft, Dragonflight, foi revelada pela Blizzard Entertainment hoje cedo. E assim como toda expansão de WoW, um novo continente completo com cinco novas zonas para explorar está chegando ao jogo. 

Em Dragonflight, os jogadores estão voltando para Azeroth depois de passarem toda a expansão atual do jogo, Shadowlands, em um reino etéreo que existe entre o tempo e o espaço. As cinco zonas das Ilhas do Dragão foram escondidas da vista por magia por 10.000 anos. Mas com o lançamento da nova expansão, a Aliança e a Horda navegarão para suas costas para empreender uma nova aventura. 

As Ilhas do Dragão apresentarão aos jogadores uma experiência de missões linear semelhante à campanha de Shadowlands. Os jogadores não poderão escolher em quais zonas eles sobem de nível, como fizeram nas expansões Legion e Battle for Azeroth. As zonas de Dragonflight são apresentadas neste artigo na ordem em que aparecerão na campanha da expansão.

Aqui estão todas as cinco novas zonas de World of Warcraft: Dragonflight.

Costa Avivada

Imagem via Blizzard Entertainment

A primeira zona para subir de nível que os jogadores da Aliança e da Horda acessarão em sua jornada pelas Ilhas do Dragão, as Costas Avivadas, é o lar da revoada vermelha. Aqui, os jogadores encontrarão Alexstrazsa e o resto dos dragões vermelhos em uma terra primitiva respirando energia e magias elementais.

As Costas Avivadas também são o lar da revoada negra, que está em um estado enfraquecido desde que o Asa da Morte foi derrotado pelos outros quatro aspectos do dragão na expansão Cataclysm. Wrathion, o líder de fato dos dragões negros, viajará com os jogadores para Waking Shores na tentativa de recuperar o poder de sua ninhada.

Planície Ohn’ahran

Imagem via Blizzard Entertainment

A Planície Ohn’ahran é a segunda zona que os jogadores irão percorrer em Dragonflight. A zona tem o nome de Ohn’ahra, o deus selvagem do vento, e é o lar da revoada verde. Aqui, os jogadores encontrarão os dragões verdes em bosques exuberantes e florestas verdejantes, enquanto fazem missões ao lado dos clãs de centauros nativos da zona em suas planícies. 

Torrão Lazúli

Imagem via Blizzard Entertainment

O Torrão Lazúli, que é a terceira zona de missões de Dragonflight, é uma das maiores zonas já criadas em World of Warcraftde acordo com a Blizzard. Inspirando-se em ambas as zonas do jogo, como Serra Gris, e regiões da vida real, como a área da Baía da Califórnia, o Torrão Lazúli combina florestas densas com tundras infinitas. A casa das revoadas azuis ostenta uma paleta de cores de rico ruivo, floresta verde e um branco ofuscante, o que deve constituir uma das zonas mais diversificadas em textura e tema de WoW até hoje.

Thaldraszus

Imagem via Blizzard Entertainment

Em oposição ao resto das Ilhas do Dragão, que estão em grande parte em estado de ruína alterada pelo tempo, Thaldraszus, o lar da revoada de bronze, é uma zona de beleza de prestígio. Esta zona montanhosa, em grande parte vertical, foi preservada ao longo dos milênios pela magia dos dragões de bronze, que poderia “se prestar a uma variedade de opções de jogo e aventuras para os jogadores empreenderem”, de acordo com a Blizzard. Thaldraszus também é o lar da principal cidade central da expansão de Dragonflight, Valdrakken.

Além disso, Thaldraszus é o lar de Tyrhold, um marco da arquitetura construída por Tyr, um dos guardiões originais dos Titãs. Este local, que serviu como peça central do trailer cinematográfico de Dragonflight, será o lar de uma “história que se desenrolará nas Ilhas do Dragão”, de acordo com a Blizzard. 

Recôndito Proibido

Imagem via Blizzard Entertainment

O Recôndito Proibido não é uma zona em que os jogadores subirão de nível, em vez disso, essa zona servirá exclusivamente como zona inicial para a nova raça Dracthyr. Originalmente, a zona era um campo de treinamento para os Dracthyr, que foram criados por Asa da Morte como uma raça de soldados. Agora, como as Ilhas do Dragão retornam à vida de seu estado outrora adormecido, os Dracthyr despertaram com ela.

Artigo publicado originalmente em inglês por Michael Kelly no Dot Esports no dia 19 de abril.