Viper fortalecida na Atualização 1.02 de VALORANT

Antes tarde do que nunca.

Imagem via Riot Games

Viper está ganhando um pouco de amor na próxima atualização de VALORANT.

O renomado designer de personagens Ryan “Morello” Scott falou da Viper em uma recente transmissão ao vivo, descrevendo as mudanças de balanceamento na Atualização 1.02. Para compensar a que é considerada a pior personagem do jogo, o Veneno de Cobra (C) e a Cortina Tóxica (E) estão sendo fortalecidos. 

Um nova mecânica chamada “Fragile” está sendo adicionada ao Veneno de Cobra, aplicando um status negativo que aumenta o dano recebido. Esse efeito dura o tempo em que o jogador estiver em contato com a habilidade e continua por um “período muito curto” após a saída dos jogadores, de acordo com Morello.

Essa mudança não afetará o dano em área do Veneno de Cobra, mas funcionará em conjunto com outras habilidades, como a Cartuchos de Tinta de Raze e a Mãos Quentes de Phoenix. Mais importante ainda, Fragile também fará com que os jogadores sofram dano adicional de armas.

Os jogadores podiam avançar através do Veneno de Cobra em locais de bomba enquanto sofriam o mínimo de dano. Era fácil de combater e tinha pouco a oferecer para uma composição. No entanto, agora, o efeito adicional de Fragile tornará os jogadores muito mais vulneráveis.

No entanto, a Cortina Tóxica está recebendo talvez a maior mudança. Na Atualização 1.02, ela poderá atravessar paredes e perfurar o mapa. Isso dará aos jogadores de Viper uma “tonelada de novas oportunidades para colocar paredes”, de acordo com Morello

A parede de Viper é um dos fatores que a salvam. Mas no jogo competitivo e nos ranques superiores, seu kit deixa a desejar. Essas mudanças podem dar a ela o impulso adicional que ela precisa para causar impacto. Mas, de acordo com Morello, “pode ​​haver mais mudanças.” Dito isto, Viper ainda deveria ser “muito mais potente”.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jerome Heath no Dot Esports no dia 22 de junho.