Análise de Yoru, o mais novo agente de VALORANT

EsportsDoug chega para oferecer uma visão mais detalhada do mais recente agente de VALORANT.

Imagem via Riot Games

Depois de muita expectativa, a Riot Games finalmente compartilhou detalhes sobre o novo agente que se juntou ao grupo de VALORANT.

Yoru, o duelista infiltrado Radiante vindo do Japão, foi feito para enganar seus oponentes e mantê-los na dúvida o tempo todo. Vamos destacar algumas de suas habilidades e alguns dos detalhes mais sutis que as acompanham. 

O Gatecrash de Yoru, uma orbe que ele envia e para a qual você pode se teletransportar dentro de uma janela de tempo, é excelente para ficar atrás das linhas inimigas, mas há nuances que vêm com ela. Depois de colocar uma, ela só ficará disponível por um período limitado de tempo. Além disso, se um inimigo se aproximar o suficiente dela, eles podem vê-la e continuarão a vê-la enquanto estiver em linha direta de visão, independentemente da distância, por alguns segundos. Isso significa que Yoru pode criar um Gatecrash e pensar que está pulando sobre seu oponente apenas para descobrir que alguém estava esperando por ele o tempo todo. Sim, isso pode ter acontecido comigo. Se um oponente tem menos talento para o dramático, ele sempre pode simplesmente atirar e evitar isso completamente.

Fakeout, um eco que imita passos quando ativado, pode parecer um pouco desanimador no início em relação ao resto de seu kit, mas eu diria que é uma de suas ferramentas mais fortes. Yoru pode imitar até dois conjuntos de sons de passos no mapa. Ele pode optar por descartá-los e enviá-los instantaneamente ou prepará-los para uso posterior. O que fica interessante é como a habilidade interage com os kits de seus colegas. O objetivo do Fakeout é imitar um agente, o que significa quase tudo com que um agente interagiria, o Fakeout também o faz. O Bumba de Raze? É ativado pelos seus passos falsos. A Torreta de Killjoy? Sim, ela também. Seu Fakeout até dispara um armadilha do Cypher se estiver baixa o suficiente. 

As coisas ficam interessantes quando começamos a pensar em seu kit em um ambiente competitivo. Digamos que você esteja atacando Bind e queira usar o Bumba para vasculhar o Hookah no início da rodada. Um defensor jogando em Hookah pode dizer a seu Yoru jogando em A para simplesmente enviar seus passos através do teletransportador e enganar o Bumba. Nenhuma informação obtida. 

Várias vezes durante a semana, recostei-me para pensar sobre o lugar de Yoru em um ambiente competitivo. Claro, ele é divertido, mas como ele se encaixa no nível mais alto de jogo? Onde ele brilha mais?

Meu pensamento inicial foi o quão bom ele poderia jogar com um agente como Brimstone ou Omen com suas fumaças. Suas fumaças têm uma boa sinergia com Gatecrash e Fakeout pelos mesmos motivos. A batalha por informações costuma ser algo subestimado no VALORANT, e Yoru é fundamentalmente construído para enganar e se infiltrar. Qualquer coisa que possa ser feita para adicionar uma camada adicional de negação de informações ou fumaça e espelhos literais para ajudar a acentuar seu estilo de jogo enganoso lhe dá ainda mais espaço para brilhar. Na mesma linha, qualquer coisa que possa ser feita para ajudar na infiltração, como fornecer cobertura para seu teletransporte, manterá os oponentes desprevenidos. 

Imagine um cenário em que você está jogando do lado dos defensores nas rampas superiores do local A em Split como Yoru. Rodada após rodada, seu Brimstone usa fumaça no A e você envia seu Fakeout para lá também para fazê-los pensar que você está jogando agressivamente. Depois de algumas rodadas, é inevitável que eles descubram que você está apenas enviando seu eco para enganá-los e fazê-los pensar que você está lá quando na verdade não está. Depois de condicionar o lado oposto a pensar que é uma farsa, agora você tem a liberdade de realmente ir até lá e, com sorte, pegá-los desprevenidos. Alternativamente, você pode utilizar a mesma fumaça para cobrir seu Gatecrash. As possibilidades são infinitas.

Meu pensamento inicial foi o quão bom Sova seria com Yoru, ou seja, seu Gatecrash. O dardo de reconhecimento de Sova remove o jogo de adivinhação sobre se é seguro acertar um Gatecrash profundamente nas linhas inimigas. Parece uma combinação perfeita, mas na verdade foi Temp da Moon Raccoons que me esclareceu sobre uma escolha possivelmente mais ideal.

O problema com o dardo de Sova é que, enquanto você coleta informações, ele pode ser removido e não oferece controle de multidão adicional. Skye, por outro lado, oferece muitas das mesmas informações com camadas adicionais de segurança. Sua sugestão de áudio em flash dá a você informações sobre se alguém está ao redor do Gatecrash como o dardo de reconhecimento de Sova (sem dizer a você quantos ou onde), e os exibe ao mesmo tempo, dando a Yoru mais espaço para trabalhar. Combine isso com as fumaças que mencionei acima, e você pode começar a ver o quão ilimitadas são suas opções quando emparelhado com os agentes certos. 

Isso realmente apenas começa a arranhar a superfície do que você pode fazer com Yoru. Ele é diferente de outros duelistas porque agentes como Jett e Reyna realmente brilham nas mãos de um jogador altamente dotado mecanicamente. Yoru, em minha opinião, brilhará mais não nas mãos de um jogador individualmente talentoso (embora isso certamente ajude), mas mais ainda nas mãos de equipes altamente organizadas. Isso é algo que eu, por exemplo, mal posso esperar para ver.

Artigo publicado originalmente em inglês por Douglas Cortez no Dot Esports no dia 09 de janeiro.