A Riot não tem planos de adicionar skins de personagem em VALORANT

Isso é um alívio.

Imagem via Riot Games

VALORANT, o próximo jogo de tiro tático gratuito da Riot Games, pode ter a aparência parecida com Overwatch, mas em termos de jogabilidade, é mais parecido com Counter-Strike e Rainbow Six.

Especialmente nos jogos gratuitos, skins, sejam para personagens ou armas, são essenciais. Eles ajudam a gerar receita, financiando os lados casual e competitivo de um jogo. Mas em VALORANT, em vez de usar a abordagem de skins de campeão como em League of Legends ou heróis em Overwatch, a Riot está pensa apenas em skins de armas.

Não há skins de personagens no jogo no momento e não há planos específicos para adicioná-los no futuro, de acordo com um artigo da Polygon. A razão para isso não é clara, mas, semelhante ao Counter-Strike , pode ser para manter um equilíbrio justo no jogo. Skins de personagens chamativas são divertidas de colecionar, mas a desorganização desnecessária que elas adicionam pode prejudicar o jogo profissional. 

É comum ser difícil de saber exatamente o que está acontecendo em uma partida de Overwatch. As centenas de visuais de heróis tornam o cenário em um pesadelo. Hanzo, Zarya, Tracer? Quem sabe quando estão voando pela tela, cada um usando um de seus muitos visuais possíveis.

Em vez disso, assim como em Counter-StrikeVALORANT supostamente terá apenas skins de armas. Segundo informações, não haverá caixas de itens, então os jogadores terão que comprar diretamente as skins que desejam da loja.

Também haverá um sistema de passe de batalha quando o jogo for lançado, o que dará aos jogadores novas recompensas cosméticas quanto mais eles jogarem. Os detalhes específicos não são claros nesta fase inicial, no entanto.

VALORANT está programado para ser lançado neste meio de ano, mas espera-se que uma versão beta esteja disponível dentro de algumas semanas.

Artigo publicado originalmente em inglês por Jerome Heath no Dot Esports no dia 04 de março.