Imagem via Nintendo

Nintendo não quer que retransmitam sua apresentação na E3

Poxa, gente.

A retransmissão, ou co-streaming, tem se tornado uma das formas mais populares de consumir conteúdo. O conceito é simples: por que simplesmente assistir à transmissão oficial quando poderia estar vendo a transmissão com comentários do seu streamer favorito, conversando com sua comunidade favorita?

Recommended Videos

Aparentemente, a Nintendo Japan ainda não está totalmente confortável com a ideia. De acordo com a própria Nintendo no Twitter, a empresa não quer nenhuma retransmissão do Nintendo Direct da E3 em 15 de junho.

Essencialmente, a Nintendo quer que os produtores de conteúdo façam vídeos “reagindo”, mas não em tempo real, pois isso afetaria a transmissão. Não se sabe se eles estão falando apenas dos streamers japoneses ou de todo o mundo.

A E3 já tem uma lista bem restrita de parceiros oficiais para co-streaming, que podem retransmitir o evento em tempo real. Segundo o Kotaku, menos de 100 parceiros oficiais foram selecionados, entre vários inscritos. Se a Nintendo pode driblar essas parcerias já oficiais, não se sabe, mas estamos falando da Nintendo. Eles têm influência suficiente para fazer isso acontecer.

Co-streaming parece ser o futuro e parece relativamente inofensivo, desde que os streamers sigam algumas regras estabelecidas por quem estiver fazendo a transmissão. Por exemplo, deixe todas as propagandas, não cubra as marcas com a sua própria. Mas algumas marcas ainda não estão acompanhando o novo fenômeno, incluindo a própria Nintendo.

Artigo publicado originalmente em inglês por Hunter Cooke no Dot Esports no dia 15 de junho.

Author
Image of Jéssica Gubert
Jéssica Gubert
Jéssica is a writer, editor, and translator working at GAMURS since 2019, but with a lifelong experience in word games and TV shows. She can also be found at concerts or babbling about board games anywhere.