Overwatch Police Department demonstra como funciona o script da Muralha de Gelo de Mei

O Overwatch Police Department confirmou que existem scripts para a Muralha de Gelo de Mei.

Imagem via Blizzard Entertainment

Se você ouvir falar de algum hacker de Overwatch, provavelmente pensa em um aimbot. O aimbot é o script mais conhecido para trapacear em qualquer jogo de tiro em primeira pessoa. Todo mundo conhece e sabe que são muito usados, e que aquela Widowmaker que te derrotou usava o script.

Há mais formas de trapacear que apenas os aimbots, porém, como mostra o Overwatch Police Department. Heróis e habilidades que parecem inocentes têm scripts sutis feitos para maximizar o efeito delas de forma que ainda pareça natural. Mei é uma heroína assim.

O Overwatch Police Department, grupo de jogadores dedicados a encontrar e expor trapaceiros em todos os níveis, compartilhou um vídeo do script de Mei, que corrige o posicionamento da muralha. No vídeo inicial, o script conserta a muralha para impedir que o robô entre na sala.

Em um tweet seguinte, o Overwatch Police Department mostra a aparência do script quando o jogador tenta girar 180 graus. 

Os vídeos seguem uma acusação do jogador e streamer profissional de Overwatch Brian “Kephrii” St. Pierre. O streamer acusou outro jogador, cuja gamertag é “CYY”. Kephrii não é o maior streamer, mas é conhecido por jogar tão bem de Widowmaker que tem o status de Widowmaker número 1 da América do Norte. 

Kephrii acusou CYY de trapaça durante um torneio, com base em imagens do jogo. O vídeo mostra CYY, jogando de Mei na hora, dando um giro e colocando uma muralha atrás dele. Kephrii insiste que a reação é rápida demais para o tempo de resposta normal de um ser humano. O vídeo do Overwatch Police Department mostra que existem scripts para a habilidade Muralha de Gelo de Mei, mas não significa necessariamente que a acusação de Kephrii esteja correta.

O Overwatch Police Department acrescentou ainda que há mais fatores a levar em conta ao acustar outros jogadores de trapaça, incluindo quedas de FPS e erros de gravação. Eles concluíram que a chave é ter um comportamento consistente.

Artigo publicado originalmente em inglês por Adelaide Weiss no Dot Esports no dia 18 de dezembro.