18 DE maio DE 2018 - 14:25

Blizzard arrecadou quase US$10 milhões com sua campanha beneficente da Mercy Rosa até agora

Isso dá muitas skins de US$15!
Dot Esports Brasil: Writer and Translator | Redator e Tradutor
preview
Imagem via Blizzard Entertainment

A Blizzard quase atingiu US$10 milhões em doações de seu novo visual beneficente de Mercy em Overwatch.

A desenvolvedora lançou o visual Mercy Rosa como parte de uma campanha beneficente para ajudar a Breast Cancer Research Foundation (Fundação de Pesquisa sobre Câncer de Mama, em português). Os jogadores podem comprar o visual disponível em jogo e 100 por cento da renda vai para a BCRF. O visual Mercy Rosa custa US$15 no exterior e R$49,90 no Brasil. Ele está disponível até 21 de maio.

Veja também: A internet adora sua nova e queridinha Mercy e já criou várias fanarts

A campanha beneficente da Mercy Rosa está chegando em US$10 milhões arrecadados, de acordo com um tuíte da conta de Overwatch. “Graças à generosidade de todos os que compraram a skin de Mercy até agora, estamos chegando perto de arrecadar US$ 10 milhões para apoiar a Breast Cancer Research Foundation", a empresa tuitou.

A Blizzard está aceitando doações por meio de streamers parceiros da Twitch durante toda a campanha de Mercy Rosa. A Blizzard confirmou ao Dot Esports que os quase US$10 milhões são o total de vendas do visual em todas as plataformas. As doações da Twitch não foram adicionadas ao total.

Isso significa que os desenvolvedores terão vendido bem mais de 666.000 visuais desde que ele foi colocado à venda em 8 de maio quando chegar aos US$10 milhões.

Os jogadores também podem ganhar sprays temáticos da Mercy Rosa em Overwatch por assistir aos streamers participantes da Twitch. Esses sprays serão desbloqueados automaticamente em Overwatch depois que as horas tiverem sido atingidas pelo jogador.

Os fãs de Overwatch interessados em contribuir ainda podem comprar o visual Mercy Rosa. Se você já tem a o visual dessa Mercy mágica, sempre é possível presentear um amigo com ela.

Próximo Artigo