YouTuber prova que você pode jogar League of Legends com seus olhos

Tem que ver para crer.

Imagem via Riot Games

Há apenas um jogador de League of Legends que já teve uma desculpa para não olhar para o mini-mapa, o YouTuber alemão Maxim.

Ele jogou uma partida de League usando apenas dois botões e seus olhos. Um pequeno dispositivo conectado ao monitor do PC rastreava o movimento dos olhos enquanto ele olhava para a tela, e o rastreador traduziu esse movimento em ponteiro de mouse. Depois disso, ele teve que ativar algumas ferramentas de acessibilidade do Windows para poder clicar com o botão direito e o botão esquerdo.

O vídeo que ele enviou hoje ao YouTube mostra uma partida em que ele jogou apenas com os olhos. E é a prova de quão ruim é essa ideia.

Maxim se esforçou para ser preciso com sua visão, algo necessário em todos os momentos. Ele passou cerca de um minuto na base no início da partida tentando comprar os itens iniciais para seu Fiddlesticks e precisou de mais algumas tentativas para fechar a loja.

Durante a maior parte da partida, Maxim tentou fazer seus movimentos e jogadas o mais simples possível, embora a maioria deles parecesse desleixada devido à sua inexperiência com esse novo conjunto de controles. Como esperado, ele usou sua ultimate e feitiços de invocadores quando não pretendia, algumas vezes. Se isso não bastasse, ele acidentalmente abriu o menu de acessibilidade do Windows no meio do jogo.

Os colegas de equipe de Maxim não estavam gostando. Seu aliado Ashe fez questão de avisar Maxim que o caçador inimigo estava fazendo muitas emboscadas (gank) enquanto ele estava apenas zanzando pela selva.

Apesar de sua toxicidade, Ashe estava certa. A equipe de Maxim perdeu a partida e ele só conseguiu um abate e duas assistências enquanto acumulou oito mortes até o nível 11, dois níveis abaixo do segundo campeão com menor nível de sua equipe.

Talvez se Maxim usasse o rastreador de olhos por algum tempo, ele se acostumasse e tivesse um desempenho melhor. Mas sua primeira experiência foi um desastre. Pelo menos foi divertido para Maxim e seus espectadores, apesar da falta de paciência de Ashe.

Artigo publicado originalmente em inglês por Bhernardo Viana no Dot Esports no dia 06 de dezembro.