Riot explica como pretende balancear itens Míticos e Lendários no LoL

Os novos itens chegam na pré-temporada 2021.

Imagem via Riot Games

A Riot Games revelou o plano de balanceamento para os novos itens da pré-temporada 2021 de League of Legends no /dev de hoje.

Na semana passada, a Riot apresentou os itens Míticos do LoL, que serão a base do novo sistema de itens da temporada. Os itens especiais terão uma habilidade única que adiciona atributos bônus a outros itens no seu campeão.

São três critérios que a Riot vai analisar na hora de balancear os itens do LoL: popularidade, poder e desvio. A popularidade diz respeito ao item “comprado com frequência exagerada em relação à sua classe”. Muitos campeões magos, por exemplo, precisam comprar Eco de Luden, que se tornou essencial para seu poder.

A Riot vai analisar a frequência com que o item é comprado e se ele tem taxa de vitórias muito mais alta do que os outros. Os desenvolvedores querem incentivar diversidade nas itemizações, então esses critérios são importantes, porque podem influenciar os jogadores a sempre fazerem o mesmo item devido a seu poder.

02_Mythic_Rules_por-BR.jpg
Imagem via Riot Games

Por fim, o desvio é quando campeões costumam comprar um item que não é exatamente feito para sua classe. Se um item for muito usado por várias classes diferentes, independentemente do que fizerem no jogo, então pode ser que ele seja forte demais e precise de ajustes.

Os itens Míticos, por outro lado, poderão receber melhorias se não forem comprados com tanta frequência em relação uns aos outros, ou se tiverem taxa de vitórias muito mais baixa em comparação a outros itens.

No fim, nenhum campeão deve comprar o mesmo item Mítico mais de 75% do tempo, e nenhum campeão deve ter um item Mítico com 6% de vitórias a mais que as outras opções de itens, segundo a Riot.

Artigo publicado originalmente em inglês por Tyler Esguerra no Dot Esports no dia 14 de setembro.