Reginald diz que Bjergsen “tinha interesse em jogar com um jogador”, mas a TSM não conseguiu contratá-lo — nem com oferta milionária

Os talentos do veterano terão uma nova casa em 2022.

Foto via Riot Games

A próxima pré-temporada competitiva de League of Legends já pegou fogo quando Bjergsen, meio lendário da LCS e atualmente técnico, anunciou que voltaria a jogar profissionalmente, mas não pela TSM. E os comentários do CEO do time revelaram mais sobre a decisão.

No Reddit, o CEO do time, Andy “Reginald” Dinh, revelou mais detalhes da situação de Bjergsen e explicou que ele e a equipe tentaram de tudo para trazer de volta o rosto da franquia. A organização inclusive tentou contratar um jogador específico, com quem o astro queria jogar em 2022, mas não conseguiu — mesmo que a TSM estivesse disposta a pagar milhões pela contratação.

“[Bjergsen] sabia muito bem com quais jogadores ele queria jogar”, disse Reginald. “Ele tinha interesse especificamente em um jogador. Entramos em contato com aquele time, mas nos disseram que contratar aquele jogador não era uma opção. Estávamos dispostos a pagar milhões pelo contrato. Nesse momento, percebemos que não éramos mais a primeira opção [de Bjergsen], pois os jogadores que o empolgavam não estavam disponíveis para o nosso time.”

O prazo final para Bjergsen tomar sua decisão, segundo Regi, era segunda-feira, 25 de outubro. Quando essa data passou, a TSM soube que precisava começar a criar seu time sem ele. Um novo capítulo começa na história das duas partes.

Reginald também disse que sabia que mais dinheiro nunca resolveria o problema, pois “[Bjergsen] não é o tipo de jogador que vai atrás do dinheiro, ele realmente só quer jogar com o melhor time possível”. Ele também revelou que, nos últimos anos, o astro da rota do meio reduzia seu próprio salário para permitir que a TSM contratasse o melhor time possível.

A TSM ainda não revelou seus planos para o próximo ano, além do fato de que Huni, do topo, e Spica, caçador, ainda estarão no time. Com a saída de Bjergsen e SwordArt, há muitos espaços a preencher na próxima temporada.

Artigo publicado originalmente em inglês por Tyler Esguerra no Dot Esports no dia 30 de outubro.