Faker explica por que jogadores profissionais de League of Legends não devem conversar quando o jogo está pausado

Um vídeo de bastidores mostra mais sobre a comunicação dos jogadores profissionais em suas partidas.

Foto via Riot Games

Em um vídeo de bastidores publicado pela T1 em suas redes no final de semana, Faker explica aos seus companheiros de equipe por que eles não deveriam conversar quando o jogo está pausado.

Os comentários de Faker foram feitos no início da partida entre a T1 e a Afreeca Freecs. Os dois times estavam a caminho de suas rotas quando o jogo foi pausado e Faker foi um dos primeiros a falar, pedindo que seu time não discutisse o jogo.

Uma regra proíbe os jogadores de falarem sobre o jogo nas pausas, como forma de evitar que eles tenham mais tempo para planejar seus próximos passos. O atirador Gumayusi perguntou o que essa proibição englobava. Faker respondeu que seria melhor que não falassem nada, ou os árbitros poderiam suspeitar de que eles estivessem usando um código secreto para conversar uns com os outros. Gumayusi brincou, inventando códigos como “countersign, pigeon, pigeon”, mas o árbitro da LCK logo o interrompeu e pediu que não fizesse isso.

A maior parte das regiões tem uma regra parecida em seus campeonatos, buscando garantir uma partida justa para os times. Os árbitros podem, por conta própria, permitir que os times se comuniquem sobre as condições do jogo se as pausas forem longas demais.

Captura de tela via Riot Games

Na próxima vez que você vir os jogadores em silêncio em pausas do jogo, lembre que, mesmo que eles quisessem conversar, é preciso não falar nada para não infringir as regras da liga e não arriscar receber uma punição ou advertência.

Artigo publicado originalmente em inglês por Cristian Lupasco no Dot Esports no dia 01 de agosto.