Draven, Alistar e Jax recebem atualizações em suas histórias

A Riot está atualizando a biografia dos campeões mais antigos.

Imagem via Riot Games

À medida que o universo de League of Legends continua a se expandir, a Riot Games ocasionalmente deve revisitar o conhecimento existente dos campeões anteriores e atualizá-lo para que ele se encaixe melhor na visão da empresa sobre Runeterra.

Chegou o conjunto mais recente de atualizações para Draven, Alistar e Jax. Embora esses campeões possam parecer escolhas aleatórias para uma atualização biográfica, eles são mais relevantes para o estado atual da história de League do que podem parecer à primeira vista.

As histórias de Draven e Alistar conectam-nas às arenas de luta Noxianas, que são uma conexão direta com o mais recente campeão de League, Sett, O Chefe. A atualização de Jax é certamente devido ao lançamento de sua skin lendária, Jax Reinos Mech.

Então, vamos ver essas novas histórias.

Draven

Imagem via Riot Games

A história do Carrasco de Noxus começa em sua infância, durante a qual ele e seu irmão Darius ficaram órfãos e foram forçados a viver nas ruas. Draven possuía uma personalidade obstinada e combativa desde a tenra idade, o que o levou a entrar em negócios pesados. Isso culminou quando Draven tentou matar um capitão noxiano chamado Cyrus, que derrotou Draven, mas ficou impressionado com seu espírito de luta e permitiu que os dois jovens órfãos se juntassem às forças militares de Noxus.

Darius estava contente com a vida militar, mas Draven queria alcançar uma glória individual muito maior. Ele deixou o exército noxiano e dez seu caminho para a arena de gladiadores da Retaliação, onde acreditava poder obter as riquezas e a adoração que desejava. Draven então conheceu Swain, que alistou o gladiador em sua revolução e ordenou que ele depusesse o líder de Noxus, Boram Darkwill.

Após a revolução, Draven foi encarregado de executar noxianos que questionassem a liderança de Swain. Draven agora serve como superintendente e campeão das arenas dos Desafiadores, que ele transformou em um dos pilares do entretenimento noxiano.

Alistar

Imagem via Riot Games

A história curta de Alistar descreve como ele já foi um membro orgulhoso da aliança de minotauros conhecida como os Clãs das Montanhas da Grande Barreira. Ele e seu pessoal foram contatados por Noxus, que ofereceu uma aliança e propôs que as duas partes se reunissem em paralelo. Alistar era cético em relação aos representantes noxianos e seus medos foram comprovados mais tarde como corretos quando ele e seus seguidores foram traídos durante a reunião. Os minotauros foram presos e enviados de volta a Noxus.

Alistar e seus companheiros guerreiros foram levados para as arenas dos Desafiadores e foram mortos um a um por entretenimento. Somente Alistar sobreviveu ao massacre derrotando qualquer gladiador que o enfrentasse. Seu orgulho desapareceu com o passar do tempo e foi substituído por uma raiva animal. Foi então que Alistar conheceu uma criada chamada Ayelia, que fez amizade com o guerreiro caído e planejou um plano de fuga para os dois.

Ayelia libertou Alistar de suas correntes e os dois tentaram escapar para um navio de carga próximo, mas eles foram descobertos pelos guardas Noxianos antes que pudessem alcançar a segurança. Alistar, alimentado pelo ódio acumulado ao longo de sua torturante prisão, caiu em uma fúria de sangue. Ele matou cada Noxiano diante dele, assustando Ayelia, que correu para o barco sozinha. Quando Alistar voltou a si, o cargueiro havia partido junto com Ayelia.

Alistar agora viaja sozinho em busca da garota que o libertou, na esperança de pedir desculpas e recompensá-la por sua bondade.

Jax

Imagem via Riot Games

A história do Grão-Mestre das Armas remonta a quando ele costumava se chamar Saijax Cail-Rynx Icath’un. Saijax cresceu em sua terra natal, Icathia, que foi subjugada pelo grande império de Shurima. O povo Icathiano procurou recuperar sua liberdade, mas não tinha meios de lutar contra o poder divino dos Ascendentes de Shurima.

O destino mudou para Icathia quando um terremoto rompeu o campo e revelou um poder antigo conhecido como O Vazio. Os Icathianos acreditavam que esse poder recém-descoberto poderia derrotar seus senhores shurimanes. Saijax estava hesitante em usar uma arma que ele não conseguia compreender, mas seu povo optou por aproveitar o poder misterioso, independentemente dos perigos que ele pudesse representar.

O poder do Vazio parecia servir aos Icathianos inicialmente. Eles venceram os exércitos Shurimanes e até derrubaram um guerreiro Ascendente. Os Icathianos acreditavam que a vitória estava próxima, mas o Vazio de repente se virou contra seu usuário. A destruição que se seguiu obliterou Shurima e Icathia. Apenas Saijax sobreviveu.

Devastado com a terrível perda de Icathia, Saijax tentou tirar a própria vida, mas se deteve depois de descobrir um único bastão flamejante ainda queimando com um fogo mágico no meio do campo de batalha em ruínas. Saijax viu isso como um sinal de esperança. Ele pegou o bastão e abandonou seu nome de nascimento no lugar de um novo: Jax.

A chama mágica dentro do bastão prolongou a vida de Jax além das limitações naturais. Ele passou séculos vagando sozinho, com um objetivo singular em mente: resistir ao avanço do Vazio e impedir a escuridão que se aproximava.

Artigo publicado originalmente em inglês por Milo Webb no Dot Esports no dia 17 de janeiro.