Rocket League está oficialmente gratuito

É uma mudança decisiva para o jogo.

Imagem via Psyonix

Agora Rocket League é um jogo gratuito. Os novos fãs podem começar a jogar sem custo nenhum a partir de hoje, apenas na Epic Games Store, mas os mais antigos podem continuar usando suas plataformas originais, incluindo a Steam.

Para marcar o novo momento de Rocket League, a atualização também trouxe a primeira temporada do jogo, essencialmente reiniciando a contagem das temporadas competitivas. Há um novo Rocket Pass, desafios semanais e de temporada e recompensas competitivas.

Primeira temporada, Rocket Pass e melhorias aos desafios

O próximo passo para Rocket League vem com uma nova temporada e um novo Passe de Batalha, com 70 itens cosméticos por tempo limitado e um novo carro. O Harbinger é um SUV que lembra um pouco o Cadillac Escalade, e é também um dos poucos veículos pesados do jogo. Ele usa a caixa de colisão da Octane e não, como alguns fãs esperavam, a nova caixa de colisão da Merc.

A primeira temporada também trouxe melhorias ao sistema de desafios, adicionando objetivos de temporada para completar em troca de recompensas valiosas. A nova rotação tem desafios longos que duram a temporada inteira, além de uma rotação mais curta de desafios atualizados toda semana. Desafios incompletos são perdidos quando a rotação mudar.

Os desafios são a principal forma de adquirir cosméticos específicos e até mesmo itens no novo sistema de Rocket League. Eles serão parte importante da progressão dos novos jogadores. Os novatos também terão acesso a desafios de novos pilotos, que desbloqueiam veículos e cosméticos à medida que sobem de ranque.

As temporadas competitivas foram reiniciadas com o início da temporada um, que começou ontem. O novo modelo terá um novo ranque, Lenda Supersônica, reservado para os jogadores de mais alto nível, que fica acima do Supercampeão. Isso significa que o Supercampeão agora também será dividido em três níveis, como acontece com os ranques abaixo dele.

Jogadores Legado

Jogadores mais antigos não precisam se preocupar com uma transição muito intrusiva. Todos que já tinham o jogo vão poder continuar jogando na plataforma de sua preferência, incluindo a Steam, desde que suas contas sejam conectadas a suas contas da Epic Games. Os novos jogadores, no entanto, só podem conseguir Rocket League pela Epic Games Store.

Na atualização de setembro, a Epic substituiu o sistema de RocketID pelo seu próprio mecanismo de formação de partidas. A medida essencialmente obriga os jogadores Legado a conectar suas contas da Epic Games a seus perfis.

Corey Davis, da Psyonix, explicou brevemente o novo sistema. “Você vai precisar de uma conta da Epic Games para jogar na Steam”, ele escreveu. “No entanto, você não precisa criar uma conta completa, com informações pessoais como email e senha. Quando inicializar o Rocket League, você poderá criar uma nova conta associada apenas ao seu perfil da Steam com um botão, sem precisar fazer mais nada.” O objetivo é que a transição seja mais suave, além de dar aos jogadores a opção de não compartilhar informações pessoais.

A saída da loja virtual da Steam acontece mais de um ano depois de a Epic Games adquirir a Psyonix, estúdio por trás de Rocket League.

Os jogadores Legado (todos que tinham o jogo antes de ele ficar gratuito) receberam alguns cosméticos adicionais e todos os DLCs não-licenciados. Além disso, eles estão isentos da nova regra de troca, que exige um mínimo de 500 Créditos antes de trocar com outros usuários para evitar fraudes.

Novo sistema de torneios

Os novos torneios estão no ar em Rocket League. A Psyonix lançou a novidade na atualização de setembro, mas de forma muito limitada para testar. Com o lançamento gratuito, o novo sistema de torneios está completamente no ar.

Os torneios são outra forma de testar sua habilidade contra seus colegas, e uma extensão das ranqueadas. Todo dia, competições regionais são marcadas automaticamente, e você pode participar só ou em times. Você pode subir na classificação geral e obter recompensas participando de competições ao longo da temporada.

Artigo publicado originalmente em inglês por Pedro Peres no Dot Esports no dia 23 de setembro.