Vazamentos de Fortnite no YouTube são o suposto próximo alvo da Epic para impedir mineração de dados | Dot Esports Brasil

Vazamentos de Fortnite no YouTube são o suposto próximo alvo da Epic para impedir mineração de dados

Três YouTubers famosos por vazamentos receberam uma notificação da Epic Games.

Imagem via Epic Games

A Epic Games está atuando em outras frentes contra vazamentos em Fortnite: Battle Royale. Usuários do YouTube que publicam vídeos com cosméticos vazados podem receber um pedido para remover esses vídeos da plataforma.

Os criadores de conteúdo de Fortnite no YouTube HYPEX, Happy Power e CrossLeaks supostamente receberam um e-mail da Epic Games pedindo que removessem seus vídeos do YouTube que apresentam vazamentos de skins e outros cosméticos.

Happy Power disse no Twitter que poderia ser processados ​por seus vídeos de vazamento se não os apagasse em 48 horas. Cross Leaks anunciou que deixará de publicar vazamentos no YouTube, enquanto HYPEX ainda não disse nada publicamente.

O usuário do Twitter FNBRLeaks revelou uma captura de tela de uma suposta troca de e-mails entre um usuário não revelado e um representante da Epic. O representante disse que um vídeo com conteúdo não lançado de Fortnite no YouTube “infringe nossos direitos de propriedade intelectual e nosso Contrato de Usuário de Licença Final.”

Em outra imagem, um representante da Epic diz que vídeos com conteúdo vazado estão usando indevidamente a marca registrada da empresa. Eles mencionam uma seção do Contrato da empresa que diz que a Epic detém os direitos de todo o conteúdo dos arquivos do jogo, liberados ou não.Isso daria a eles o direito de registrar uma reclamação por violação de direitos autorais no YouTube para remover quaisquer vídeos caso tivessem imagens vazadas de trajes, asas-delta, picaretas, gestos ou qualquer outro conteúdo de Fortnite.

Apesar das capturas de tela mostrarem links de vídeos que foram removidos pelo usuário, existem diversos  outros vídeos com mais de 100.000 visualizações no YouTube que mostram vazamentos. Se a Epic estiver aplicando as regras de seu Contrato, ela ainda não está fazendo isso extensivamente.

Este seria apenas mais um passo na tentativa da Epic de reduzir os vazamentos de Fortnite. A empresa supostamente baniu contas de jogo por vazamentos na semana passada devido ao uso ilegal do software do jogo. Isso fez com que outros mineradores que não estavam banidos parassem de vazar conteúdo devido ao risco de serem pegos e punidos pela empresa de Fortnite. Alguns também afirmaram que a comunidade de Fortnite é tóxica para os vazadores, e eles temiam que suas informações pessoais fossem divulgadas por membros enfurecidos da comunidade.

O Dot Esports entrou em contato com a Epic para obter comentários sobre o caso.