Streamer Etika fica entre os assuntos mais comentados depois de tweets preocupantes de Kanye West

Muitos fãs começaram a pedir que Kanye busque ajuda, com medo que ele se machuque.

Imagem via Etika

O streamer do YouTube Desmond “Etika” Amofah, que faleceu no ano passado, ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter, depois de uma série de tweets feitos pelo artista Kanye West.

West, premiado artista de hip-hop, começou a chorar na frente do público em um comício presidencial que fez no final de semana.

Nesta semana, West desabafou no Twitter, sugerindo que a empresária Kim Kardashian, sua esposa, havia tentado “interná-lo”, entre outros comentários.

Depois disso, milhares de fãs no Twitter pediram que as pessoas não debochassem nem incentivassem o comportamento de West. Outros sugeriram que alguns mais próximos deviam conferir se estava tudo bem e incentivar que ele buscasse ajuda profissional.

Muitos fãs fizeram comparações com o que aconteceu com Etika antes de sua morte, no ano passado, e foi isso que fez seu nome ficar entre os assuntos mais comentados no Twitter. Antes de morrer, Etika publicou um vídeo em seu canal no YouTube e o chamou apenas de “I’m sorry” (“sinto muito”), que pareciam ser suas últimas palavras para os fãs.

Depois de sua morte, os fãs começaram a perceber que havia sinais de alerta que tinham sido ignorados por muitos. Muitos não levaram as palavras de Etika a sério e debocharam delas nas vezes em que ele tinha um episódio da sua doença mental.

West, que já foi diagnosticado com Transtorno Bipolar, já teve episódios assim antes, e os fãs se preocupam que ele possa se machucar.

Depois, West já removeu todos os tweets preocupantes e anunciou que ia se concentrar na música. Ele planeja lançar um álbum chamado DONDA na sexta-feira, 24 de julho.

Artigo publicado originalmente em inglês por Ryan Galloway no Dot Esports no dia 21 de julho.