Streamer da Twitch acusado de agredir esposa ao vivo volta à plataforma

Luke “MrDeadMoth” Munday foi acusado de agressão pelo incidente.

Imagem via Epic Games

Luke “MrDeadMoth” Munday, um streamer australiano da Twitch que agrediu sua esposa durante uma transmissão, está de volta à plataforma depois de ter seu banimento suspenso.

Munday foi acusado em 10 de dezembro de um incidente na noite anterior, em que o streamer supostamente agrediu sua esposa grávida fora da câmera. Clipes da transmissão mostram Munday deixando sua cadeira várias vezes para supostamente agredir sua esposa. É possível ouvir uma mulher gritando. Munday foi acusado de agressão comum após ser preso horas após o término da transmissão, de acordo com o The ABC. A polícia disse à imprensa australiana que a mulher não estava “gravemente ferida”, mas “abalada” pelo incidente.

Em 30 de dezembro, Munday anunciou um retorno à Twitch programado para 31 de dezembro. “Entrem em 13 horas a partir de agora”, escreveu Munday. “Vamos ser positivos”. A conta do streamer de Fortnite de 26 anos foi fechada pela Twitch logo após o incidente, mas desde então foi restabelecida. A Twitch não respondeu ao pedido de comentários do Dot Esports.

A resposta para o retorno de Munday tem sido fundamental, com muitos questionando por que um streamer acusado de agressão, decorrente de um incidente na plataforma, não receberia uma punição mais severa. (O caso de agressão de Munday também ainda está aberto, a Kotaku Austrália informou .) Outros apontaram que outros usuários foram punidos mais severamente por infrações menos graves.

Qualquer usuário que fez referência à agressão de 9 de dezembro no chat da Twitch de Munday foi “banido ou removido do bate-papo” pelos moderadores, de acordo com uma matéria do site de jogos Dexerto.